A league of his own

Enquanto os caretas (sem imaginação)
exploram o enorme vazio
delimitado por postes, trave e chão,
outros (artistas) vêem mais longe
e a essa enorme chatice dizem não.

Em sentida homenagem, o locutor da SIC
chamou-lhe anteontem “o homem da bola no ferro”;
é que já vão sete, este ano, nos postes e na trave
bolas tão belas, que só de vê-las
como um menino, eu choro e berro.

Sobre António Figueira

SEXTA | António Figueira
Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

6 respostas a A league of his own

  1. Ih que o Postiga (isso quer dixer pequeno óculo ou o quê ?) ‘tava tão bem conservado
    A despropósito, cheguei a Londres 2 dias depois do que fica em baixo. bardashiça e penico, hão-de reconhecer p’ráli o Paulinho MacCartão, o Elton já-não-tao-jovem en el piano, o Knopfler (formerly of the «Dire Straits», abstenho-me ou não de traduxir isto, delícia… bom, enfim, significa que estás à rasca…) para além dos dois malucos que me escuso a identificar, quem não os conhecer dê um tiro nos próprios cornos s.f.f.

    http://www.youtube.com/watch?v=79CWb23NZrc

    Cumplicidades, funka .

    🙂

  2. E já agora, querem uma canção «muito à esquerda». cantada dor uma ex-semi-aristocrata e semi-heroinómana, com uma voz partida pelos vícios todos e etc. o que só a torna mais sexy ?

  3. Bruno Peixe diz:

    António, grande benfiquista,

    estás-te a passar? quanto mais bolas no ferro melhor. é deixá-los a espumar de raiva e frustração.
    desportivamente, o único acontecimento que achamos digno desse nome é quando o esférico acontece no vazio delimitado por poste traves e chão do adversário do clube do comunismo igualitário, do exército vermelho da luz.
    ou juntaste-te à esquerda humanista e lamentas os tiros ao lado do nosso adversário? deixa-te disso ou cria outro blog. lembra-te que aqui no 5dias somos todos do benfica. quem quer ser sportinguista que vá para o blasfémias ou o insurgente, que é o blogue dos tansos que vêm todos os dias um aristocrata quando olham ao espelho.
    como diria um ex-5dias, que anda agora por outras vias de fato e gravata,
    saudações benfiquistas,
    bruno

  4. Bruno Peixe não exagere…
    Benfiquista aqui, red is the color of my kind.
    Mas quase todos os meus irmão sãoalagartados e portanto os sobrinhos também, coitados.
    Raridade: o meu único filho gosta é do F$%kQuê Pê.
    E eu nem sequer aprecio “frutebolsky”, mas axo democrático à brava (e interessante) sermos todos diferentes.
    Se fôssemos todos iguais era um enorme enjôo…
    vd/ler Boris Vian/Vernon Sullivan «Et on tuera tous les affreux», livrinho… como é que se diz ? seminal.
    🙂
    🙂

  5. António Figueira diz:

    Bruno,
    Vou fingir que não li.

    Saudações leoninas,
    AF

Os comentários estão fechados.