Quem é o autor desta prosa???

«Sou um jovem muito novo, que tem uma possivelmente grande amplitude de visão sobre o que me rodeia. Sou pouco crítico, mas consciente. Muito pouco diversificado, salto barreiras perante os outros. Sou diferente, sou igual, sou igual, sou diferente. O mundo nunca impera sobre mim, mas faz de mim um ser racional, um jogo na esquina do estádio.»

a) Albert Einstein
b) Um muito jovem escriba do blogue 2dias
c) Pablo Picasso
d) Dos Santos Oliveira
e) Mariza

Quem me elucida?

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

22 respostas a Quem é o autor desta prosa???

  1. Renato Teixeira diz:

    Perdeste as melhores passagens. A terceira pessoa sobre o próprio, a repugnância pela luta, o desdenho por pessoas sem cultura, o venero dos pastéis de nata e claro, as pessoas incapazes de ter uma conversa decente. Só com o que avanças fica difícil. Deixo então mais algumas dicas:

    “Aprecio o calor humano(no inverno), gosto de cores fortes e vivas, de aromas doces, o sabor do chocolate, e o venero dos pastéis de nata, basicamente, sou um guloso!

    O Daniel é um sonhador nato, sonha, acredita e tem ideais que muitos julgam ser uma perda de tempo ou mesmo uma ambição irrealizável. Todavia, já alguém dizia que o sonho comanda a vida, a minha, comando eu mas em função dos meus sonhos. O sonho, é também um dos meus amigos.

    Não vivo sem os meus amigos, eles para mim são mais que uma família.

    Repugno a luta, a solidão, o escuro, o pânico, ter medo, a sobrevivência!

    Evito pessoas sem o mínimo de cultura, que não sabem ter uma conversa decente, muito menos criaturas invejosas e que tentam de todas as maneiras e feitios infernizar a minha vida. Pois, não conseguem nem nunca conseguirão.

    Não gosto da poluição, de pulgas e insectos, de regras e outras coisas, particularmente estranhas, inventadas pelo Homem.

    Orgulho-me da “estranha forma de ser” que proliferei e que, sobre mim, impera.

    E tu, quem és? Dir-me-ás?
    És feliz? Eu sou.”

  2. Miguel Lopes diz:

    Um linchamento filha-da-puta…
    Dasss

  3. Pingback: Reposta a normalidade revolucionária no 5 Dias « O Insurgente

  4. Pascoal diz:

    Agora é que temos um debate com elevação.

  5. João Martins diz:

    Vá lá, vá lá! Não sejam beras.

  6. Leitor Costumeiro diz:

    É realmente questionável…Mas o gajo é jogador da Bola?

  7. Tiro ao alvo no fotógrafo ?
    Antes do Ano Novo ??
    Impérissable…

    🙂

  8. Sérgio Pinto diz:

    E assim prosseguem os saneamentos característicos da pseudo-esquerda. Caracterizados pela cobardia do costume, claro.

    • Renato Teixeira diz:

      Cobardia?? Citar é cobardia? “Guerreiro que se fere com as suas próprias armas está à partida condenado à morte”. Sabe quem disse?

  9. RSJ diz:

    Troll: Noun; A person who, on a message forum of some type, attacks and flames other members of the forum for any of a number of reasons such as rank, previous disagreements, sex, status, ect.
    A troll usually flames threads without staying on topic, unlike a “Flamer” who flames a thread because he/she disagrees with the content of the thread.

  10. antónimo diz:

    Acho que é feio bater tanto. Ainda por cima, o Daniel Medina tirou o nome do engenheiro e não tiraram a cara dele do anúncio da REMAX

    • Carlos Vidal diz:

      Compreendo-o antónimo, e tenho consideração, como sabe, pelos seus comentários.
      Mas, repare, o apagamento do nome do inquilino foi uma coisa a que Medina foi forçado.
      Não o intentava de início.
      Depois, há uma série de comentários no mínimo ridículos e petulantes, sem justificação, ao correr de vários posts de outros escribas da casa, gente que trabalha a sério, e ainda, por interposta pessoa, uma participação inacreditável noutros fóruns.
      Em suma, houve um conflito.
      Ninguém tem estômago de ferro, e o post do “voto obrigatório”, ou “aborto obrigatório”, como dizia o Miguel Madeira no “Vias”, não me parece que seja coisa publicável. Quanto ao lixo de Medina no “seu” próprio espaço, esse não comento.
      Entretanto, importante, o “jovem” não acrescentou um único argumento à discussão que depois do post dos “senhorios” se efectuou.
      E o 5dias tem leitores, porque apresenta fundamentos para as coisas com que depois se pode discordar (ou outros, como a malta do Insurgente etc., podem discordar/atacar).

      • Carlos Vidal diz:

        E repare ainda, antónimo, no anúncio da Remax composto pelo Renato, não há nenhuma foto de Medina. Há uma imagem meio desfocada de um rosto, ilegível, e mais ilegível porquanto tapada por uma câmara fotográfica.
        Acho que tenho razão e está tudo explicado.
        Assim espero.

  11. Pingback: A vanguarda da Revolução encostada à parede « O Insurgente

Os comentários estão fechados.