Recuerdos de uma eleição presidencial

O candidato tinha vários tipos de apoiantes: o círculo dos próximos, a família, as várias gerações de afilhados… (um comentador disse que ele estava organizado “em rede”, o que foi a maneira mais airosa e moderna que arranjou de dizer que ele era um cacique à moda antiga).

Nenhum destes grupos lhe dava grande saúde política: como alguém também tinha escrito, o pior de Silva era o silvismo – porque se Silva tinha experiência e até (vamos admiti-lo) alguma graça, que o convívio fácil com o poder & as suas prebendas lhe ia dando, os silvistas não tinham nada disso: tinham a sua arrogância, mas sem nada em contrapartida (estavam ainda muito crus).

A ideia do apoiante-em-chefe: uma consoada com os sem-abrigo, nessa noite ele não janta em casa, já tratei de tudo e arranja-se uma coisa com muita dignidade.

Sobre António Figueira

SEXTA | António Figueira
Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

4 respostas a Recuerdos de uma eleição presidencial

  1. Z diz:

    Isto talvez te interesse, António.
    Lembrei-me há pouco do argumento de que o sionismo foi e é uma expressão
    do nacionalismo do século IX.

    http://yalepress.yale.edu/yupbooks/reviews.asp?isbn=9780300145793

    Feliz Ano Novo, Leon.
    🙂

  2. António Figueira diz:

    Viva,
    Eu conheço esse livro (não tínhamos falado dele aqui uma vez?), que me faz lembrar um outro, uma das pérolas da minha biblioteca, um conto do Somerset Maughan editado pelos alemães durante a guerra, chamado em português “O Fim de Chandra Lal” ou qq coisa parecida, e destinado a dar a conhecer toda a estultícia dos ingleses na sua relação com os povos colonizados…
    Bom ano para ti tb, AF

  3. Z diz:

    Olá António,

    Como estás? Bem, espero.
    Não foi comigo que falaste sobre o trabalho de Herf, se bem me lembro.
    Não conhecia o livro de Herf nem o do Prof Robert Wistrich.
    Mencionei o livro de matthias kunzel (ver abaixo).

    Um grande abraço para ti.
    Feliz Ano Novo
    ezequiel

    http://fora.tv/2010/01/04/A_Lethal_Obsession_Anti-Semitism_Then_and_Now

    http://www.amazon.co.uk/Lethal-Obsession-Anti-Semitism-Antiquity-Global/dp/081296988X/ref=ntt_at_ep_dpi_1

    http://www.amazon.com/Jihad-Jew-Hatred-Islamism-Nazism-Roots/dp/0914386395/ref=sr_1_1?s=books&ie=UTF8&qid=1293735817&sr=1-1

  4. Z diz:

    its the arguments, António.
    o resto não me interessa.
    n conhecia somerset
    nem wistrich
    o que ouvi pareceu-me sólido
    pode ser demonstrado como tal de mil e uma formas

    abraço
    ezequiel

Os comentários estão fechados.