Ligações perigosas


“Aquilo está cheio de gente do PSD lá dentro!”

A Comissão de Honra da candidatura de Cavaco Silva é o espelho dos interesses que defende. Decidi dar uma vista de olhos pelo site de candidatura do actual Presidente da República e não dei por perdido o meu tempo. Entre todas as figuras, há uma que se destaca: Abdool Karim Vakil. Esta ilustre personagem é o ex-presidente do grupo SLN, depois de Oliveira e Costa, e está a ser investigado por branqueamento de capitais e fraude fiscal num processo aberto ao banco Efisa, que também pertence ao SLN e do qual Abdool Vakil já foi presidente.

Adenda: Na Comissão de Honra, já percorri as letras M, D e L e não encontrei Manuel Dias Loureiro. Será que o ex-conselheiro de Estado já não apoia o candidato Cavaco Silva?

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

3 respostas a Ligações perigosas

  1. Apoia sim, mas como é um espertalhão auto-chutou-se para as últimas filas,, para não dar muito mau aspecto àkilo…
    😉

  2. xatoo diz:

    Segundo diz por aí a má lingua do povo, como medida de coacção ao mais alto simbolo das trafulhices do partido presidencial, a Justiça nacional condenou Dias Loureiro ao degredo do investimento em filiais de campanha cavaquista a cumprir em resorts de luxo em Cabo Verde e Angola

  3. LAM diz:

    o Abdul Vakil foi, ou ainda é, o imã da mesquita das Laranjeiras em Lx.
    Consta que juntamente com com o kamarada Bava fazem parte duma organização internacional islâmica (alô Renato), a mais o gajo de Espanha traficante de armas, ao pé da qual a Opus Dei é o côro de Santo Amaro de Oeiras.

Os comentários estão fechados.