Por que é que Alegre não serve como candidato da esquerda?

Aquela clara madrugada que
Viu lágrimas correrem do teu rosto
E alegre se fez triste como se
Chovesse de repente em pleno Agosto
Manuel Alegre

Porque, como no seu poema de antes do 25 de Abril, Alegre se fez triste? Porque apoia o Governo, o seu Orçamento e o PEC. «Não estou a combater nenhum governo, o meu combate é com Cavaco», diz Alegre. E acrescenta: «Não seria bom para o País que não houvesse Orçamento» (Jornal de Notícias, 27 de Setembro de 2010). Manuel Alegre (apesar de o esquerda.net se esforçar por escondê-lo) não é contra o PEC. Apenas disse que se devia «acrescentar a este pacote de austeridade um plano de incentivo ao crescimento e ao emprego» (Jornal de Negócios, 30/9/2010) e que «num plano de equidade e justiça, deveria exigir-se à banca uma maior contribuição para a resolução da crise e dos problemas do país» (esquerda.net, 30/9/2010). ‘Combater’ Cavaco apoiando o Governo Sócrates, ‘compreender’ a greve geral contra o PEC apoiando o PEC – eis o que Alegre tem para oferecer: uma conversa de troca-tintas que prenuncia o troca-tintas que seria se chegasse a ser presidente. Se chegasse – porque um troca-tintas não é, nunca foi, um candidato que sirva à esquerda, aos trabalhadores, para mobilizar as suas hostes numa batalha eleitoral e arrastar atrás de si o País.

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged . Bookmark the permalink.

7 respostas a Por que é que Alegre não serve como candidato da esquerda?

    • antonio olaio diz:

      Alguém que coloque as questões politicas no plano em que elas devem estar para a esquerda, ou seja na rotura definitiva e completa com as politicas de direita e reaccionárias que nos conduziram a este fétido pântano sem futuro.
      Ou seja, Francisco Lopes!

  1. ruy diz:

    Um poço de contradições. Por oportunismo político, colocando a sua candidatura acima de tudo, desbaratou a simpatia que tinha ganho e uma “alternativa” que se desenhava à sua volta.

  2. Como ainda me lembro de ‘O Canto e as Armas’ (mas azar, também me lembro de outras coisas menos nobres e mais lopes…) estou quase quase a ficar com pena do dito senhor, vai sujeitar-se a levar uma ‘coça’ e das grandes, previsão da minha exclusiva responsabilidade.
    Ah, e akelas manchas na cara (e provávelmente nos pulsos) é figadeira e <old age…
    Sorry.

    🙁

  3. antónimo diz:

    Concordo com quase tudo excepto com a questão de ele ser a favor do orçamento. Acredito que até seja contra, mas se antes do 25 de Abril teve algumas bolas, depois perdeu-as e ficou sempre o adolescente inconsequente que se mostra. Um homem de mão de certas correntes, que nunca se comprometeu com nada e que agora tem medo de afrontar o PS e perder votos.

  4. querda, quero dizer, com um passado e um presente que pudesse alcandorar as forças da Esquerda para um rumo promissor para o futuro, Alegre fica à porta de qualquer esperança medianamente mobilizadora. Por isso….

  5. Pingback: Tweets that mention Por que é que Alegre não serve como candidato da esquerda? | cinco dias -- Topsy.com

Os comentários estão fechados.