E agora?

A manifestação foi um sucesso e por aqui fica-se com uma ideia. A sua originalidade, estou certo, ainda vai fazer correr muita tinta. A greve foi a maior de sempre, e por aqui ouviram-se ecos de grande significado.

Posto isto, que fazer? Estaremos condenados a papas de aveia e às presidenciais? Se um pouco por toda a Europa o movimento continuou a crescer e a ganhar radicalidade será que por cá se vai ficar por aqui?

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged . Bookmark the permalink.

12 Responses to E agora?

  1. Pingback: E agora? « APEDE

Os comentários estão fechados.