O orgulho de Portugal é ser a pátria do cão do Obama

Mais do que um fado parece ser a opção das nossas elites: rebolam e fazem de fofas.

Sobre Nuno Ramos de Almeida

TERÇA | Nuno Ramos de Almeida
Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

11 Responses to O orgulho de Portugal é ser a pátria do cão do Obama

  1. Abilio Rosa diz:

    Nestas cimeiras havidas em Lisboa, Portugal fez o engraçado papel de «caniche de esctimação» junto das grandes potências.
    Longe vai o tempo que Portugal, na ONU, dava um manguito a todas essas potências…

  2. Diogo diz:

    Do cão do Obama?

    Referimo-nos a um canídeo que pertence a Obama ou que Obama é um sarnento?

  3. Vitor Ribeiro diz:

    Nós temos elite? Não consigo vislumbra-la… Mas o defeito deve ser meu, que tenho das elites outro conceito: a de gente que (apesar de muita coisa) consegue produzir algo de útil para a sociedade.

  4. Abilio Rosa deve estar algo ‘destrambelhado’.
    (Peço perdão pela expressão.)

    …(…)Portugal, na ONU, dava um manguito a todas essas potências…(…)… (???)
    Só na sua fértil imaginação…

    Não é que a gente não queira, é mais pelo lado de não pode… acontece.

    🙁

  5. Pingback: Tweets that mention O orgulho de Portugal é ser a pátria do cão do Obama | cinco dias -- Topsy.com

  6. a anarca diz:

    Obama um homem de coragem
    quanto a nós portugueses não sabemos o que é uma elite !
    nunca tivemos nem antes nem depois do 25 a verdade é lamentável
    mas é essa mesmo
    o máximo que temos, são uns saloios mais saloios que outros

  7. a anarca, não de preocupe, o ‘home’ é um fulano delicado, parece que conseguiu conter o riso enquanto um presidente de um pequeno rectângulo aqui mesmo plantado (e que tem um doutoramento muito importante numa coisa qualquer tirado numa “brownstone” que fica ali mesmo ao pé de Oxford e de Cambridge, mas que infelixmente se chama outra coisa qualquer) dizia eu que a dita criatura ao que parece lhe “explicou” 3 coisas.
    Que maçada, não me consigo lembrar de nenhuma, senão palavra palavrinha que lhas dizia…

    🙁

Os comentários estão fechados.