Como é que isto vai acabar? (Falemos de PRs e dos elogios de M. Soares)

Vou ser breve, sejamos também brevíssimos na apreciação e leitura do post, até porque a figura em causa (ver foto) não nos merece qualquer reflexão, nem tempo dispendido (que a maior parte de nós não o tem para gastar mal, ou nem bem nem mal).

Mas sempre que vejo a personagem da foto, constato com clareza que ele não perde uma oportunidade para elogiar firmemente Cavaco Silva: que fez bem em chamar os partidos políticos a Belém, porque ele, o que está na foto, também foi um homem de diálogo (não sei bem com quem, nem sei se no tempo dele chegou a “dialogar” com quem dizia haver FOME em Portugal, em Setúbal, por exemplo); que este PR é sempre correcto nos apelos que faz nos seus “discursos” de unidade e responsabilidade; ainda hoje, na Praça do Município, lá veio outro elogio a Cavaco e à responsabilidade e “mobilização”, etc. e lixo. Assim sendo, saberão informar-me se o homem de quem acima apresento efígie virá a fazer parte de uma, certamente já concluída, Comissão de Honra da recandidatura de Cavaco? Ou não, preferirá mandar J. Soares, ou um parente afastado ou Fernando Nobre ou…?

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

14 respostas a Como é que isto vai acabar? (Falemos de PRs e dos elogios de M. Soares)

  1. maumaria diz:

    Com o devido respeito: ele que vá para o ******* que o ****!!!! Carlucci, chegam-me infos q o criminoso também era pedófilo. FODAM-SE! É uma corja. E qdo ele coitadinho, bolsava sobre a invasão do Iraque e as malfeitorias do liberalismo.
    (NOTA: Censurei delicadamente uma parte do comentário. CV)

  2. maumaria diz:

    Não faz mal CV-face a estas personagens,um gajo excede-se e tem uma perspectiva rasca ao nível deles!

  3. Abilio Rosa diz:

    Mário Soares, é o símbolo vivo mais venal da I República.

    Símbolo duma republica para burgueses, tachistas e engolidores de altos vencimentos, reformas, mordomias, subsídios e prebendas.

    É esta república que durante cem anos explorou os trabalhadores que tem de ser substituida.

    O Partido Comunista não tem grandes razões para comemorar este festim e pagode da burguesia, bem pelo contrário.

  4. Carlos Vidal diz:

    Compreendo maumaria.
    Acontece-me o mesmo.

  5. tudo muito respeitador e blocado não vá aparecer algum familiar do ex-presidente da republica, mas não é apenas ele o elogiador, no dia 11 vai ser elogiado e agraciado com mais uma insígnia do grau de doutor honoris causa junto e ao vivo com dois outros ex-presidentes num evento-frete promovido pelo teu magnífico reitor e divulgado por essa grande fretadora da rtp1, a minorca dona fátima.

  6. Carlos Vidal diz:

    Já me tinha soado isso.
    E a coisa vai ser alargada aos outros vivos do pós-25 (Sampaio, Cavaco? E mais? O sr. Manuel?) ??
    (Repara, o Eanes deve ser o único médico de verdade. E não deve ser por acaso. Enfim, coisas naturais. Qualquer dia até o Ferro Rodrigues, ou lá como é, é médico tb.)

  7. naturalmente ao António dos Santos e ao Jorge Fernando.

  8. Carlos Vidal diz:

    Hã?

  9. Questão diz:

    Haverá alguém que no poder não se corrompa?
    Haverá alguém?
    Um????

    Um só?

  10. Carlos Vidal diz:

    Bom, a ideia não era propriamente falar em corrupção.
    O tema deste post era mais a mesquinhez pessoal.
    Do fotografado, claro. Famosíssima, talvez já assunto banal.

    E escrevo sem o mínimo de simpatia política por Alegre.

  11. Carlos Vidal diz:

    (Jecta, A. dos Santos e J. Fernandes, percebido.)

  12. Questão diz:

    também percebi

  13. A louca lúcida diz:

    Ah, pois, pois…
    Há fotógrafos tão mesquinhos, tão mesquinhos… que se recusam a retocar os fotografados.
    Há fotógrafos sem escrúpulos nenhuns, captam a imagem e o apanhado (coitado!) fica tal e qual.

    Não se faz isso ao marocas, pobrezinho deste senhor, sub-nutrido. 😯

    CV,
    Gosto que me dê aulas sobre os temas dos seus Posts. Fascina-me!
    Obrigada!
    Fiquei sua fã.
    Tenho aulas à “Borliu”!

    Cumprimentos para si e vénias a uma pessoa que eu cá sei…

  14. no ambito da praxis, a grande neo-realista obscurecida sofre muito.

Os comentários estão fechados.