Crimes cometidos no ataque de Israel à Flotilha da Liberdade – Conheça o relatório

O relatório da ONU declarou que as provas demonstraram claramente que Israel cometeu os crimes enumerados no artigo 147 da Quarta Convenção de Genebra:

* Homicídio intencional
* Tortura
* Tratamento desumano

Veja aqui o relatório completo das Nações Unidas.

PS: Irene, o barco judeu para Gaza, já foi interceptado pela marinha israelita. Qualquer paralelo nos métodos militares é pura coincidência.

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged , , . Bookmark the permalink.

201 Responses to Crimes cometidos no ataque de Israel à Flotilha da Liberdade – Conheça o relatório

  1. De diz:

    Já agora:
    ““Palestine belongs to the Arabs in the same sense that England belongs to the English or France to the French…What is going on in Palestine today cannot be justified by any moral code of conduct…If they [the Jews] must look to the Palestine of geography as their national home, it is wrong to enter it under the shadow of the British gun. A religious act cannot be performed with the aid of the bayonet or the bomb. They can settle in Palestine only by the goodwill of the Arabs… As it is, they are co-sharers with the British in despoiling a people who have done no wrong to them. I am not defending the Arab excesses. I wish they had chosen the way of non-violence in resisting what they rightly regard as an unacceptable encroachment upon their country. But according to the accepted canons of right and wrong, nothing can be said against the Arab resistance in the face of overwhelming odds.”

    Mahatma Gandhi, quoted in “A Land of Two Peoples”

    Mas há mais
    Sorry sionista

  2. Oliveira diz:

    Hitherto I have refrained practically from saying anything in public regarding the Jew-Arab controversy. I have done so for good reasons. That does not mean any want of interest in the question, but it does mean that I do not consider myself sufficiently equipped with knowledge for the purpose. For the some reason I have tried to evade many world events. Without airing my views on them, I have enough irons in the fire. But four lines of a newspaper column have done the trick and evoked a letter from a friend who has sent me a cutting which I would have missed but for the friend drawing my attention to it. It is true that I did say some such thing in the course of a long conversation with Mr. Louis Fischer on the subject. I do believe that the Jews have been cruelly wronged by the world. “Ghetto” is, so far as I am aware, the name given to Jewish locations in many parts of Europe. But for their heartless persecution, probably no question of return to Palestine would ever have arisen. The world should have been their home, if only for the sake of their distinguished contribution.
    Jews and Palestine, by Gandhi – From Harijan, July 21, 1946
    eheheheheheheheheheheheheheh
    Como dizia o grande Carapeto, toma e embrulha!
    Colocar uma citação do Gandhi retirada de um livro de um dos grandes sionistas do séc. XX é obra!
    eheheheheheheheheheheheheheheheheheheheheh
    Onde chega a ignorância!

  3. De diz:

    Mais uma vez o candidato a arruaceiro extremista não se enxerga
    Lol

    A citação de Gandhi está aí inteirinha
    O sionista de serviço quer que as edições tenham primazia sobre o citado?
    Que quem cita tenha primazia xobre a frase citada?
    Sorry Oliveira
    Ainda não chegámos a Israel nem ao seu estado torcionário
    A citação incomoda-o e muito

    Lol
    “Toma e embrulha”
    Mesmo irritado,lol
    Claro como água

  4. Oliveira diz:

    LOLOLOLOLOLOLOLOLOLOL
    É que não se enxerga mesmo… continue a citar sionistas que só lhe faz bem!…
    e continue a citar o grande amigo dos judeus, Gandhi!
    LOLOLOLOLOLOLOLOL

    • De diz:

      Continuo,continuo

      Para sua infelicidade

      E já agora..já reparou que o único anti-semita presente é o Oliveira?
      Lol

      Sorry oliveira
      Um racista xenófobo que tenta confundir os termos entre judeus e sionistas…
      é um racista xenófobo após ter aprendido os métodos de Goebbels

      • Oliveira diz:

        LOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOL
        Melhor que um racista xenófobo só mesmo um racista que não seja…xenófobo! LOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOL
        Vá aprender a escrever e a insultar melhor, Dezinho.

        E, já agora, um português sionista é xenófobo? LOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOLOL

        • De diz:

          Lol
          Oliveira já nem esconde a sua perturbação

          Um rapazote histérico é algo patético

          Let’s take a look at the record, Mr. Speaker, and see what happened in the UN Assembly meeting prior to the vote on partition. A two-thirds vote was required to pass the resolution. On two occasions the Assembly was to vote and twice it was postponed. It was obvious that the delay was necessary because the proponents (the USA and the USSR) did not have the necessary votes. In the meantime, it is reliably reported that intense pressure was applied to the delegates of three small nations by the United States member and by officials ‘at the highest levels in Washington.’ Now that is a serious charge. When the matter was finally considered on the 29th, what happened? The decisive votes for partition were cast by Haiti, Liberia and the Philippines. These votes were sufficient to make the two-thirds majority. Previously, these countries opposed the move.the pressure by our delegates, by our officials, and by the private citizens of the USA constitutes reprehensible conduct against them and against us.”
          (Lawrence H. Smith, 18 December 1947)

          Serenamente continuemos
          (agarre o lenço e limpe a baba peçonhenta por favor Oliveira)

          • Oliveira diz:

            LOLOLOLOLOL
            Continue com os tiros nos pés e demonstre como Israel foi devidamente votado na ONU…
            Caramba, De, você é magnífico no debate.
            Continue, continue a demonstrar o direito internacional à existência da obra sionista…
            LOLOLOLOLOLOL
            Sorry, pequeno anti-semita, a verdade acima de tudo.
            Os pulhas anti-semitas não passaram, não passam e não passarão, com cartas falsas do Mandela para oFriedman ou sem elas…

            lolol

          • De diz:

            Isso mesmo Oliveira

            vamos ver a “obra sionista”?

            Ainda bem que confirma o seu estatuto
            (o fedor virá daí)

        • De diz:

          Quanto ao racista xenófobo…
          Acha mesmo?
          Lol
          Não se lembra das correcções que lhe tenho feito na sua escrita avinagrada?

          Insultar melhor?
          Não se lembra que a minha guerra não é com insultos e não estou virado para o ter como professor?

          Racista xenófobo?
          Não se lembra que há uma figura de linguagem chamada pleonasmo,utilizada para enfatizar uma expressão?
          (Tal como ou poderia dizer racista oliveira ou xenófobo Oliveira
          outros bons exemplos de pleonasmos?)

          • Oliveira diz:

            LOLOLOLOLOLOLOLOLOL
            Um pleonasmo… lololololololololololol
            Sim, sim…
            vá lá aprender a escrever, com toda a serenidade que lhe tem faltado, no seu afã anti-semita… aprenda o que é um pleonasmo e depois venha debater sem copy paste e insultos, sem cartas falsas do Mandela parao Friedman…
            LOLOLOLOL
            Você está impagável… pleonasmo… lololol

          • De diz:

            Mais uma vez Oliveira

            A ignorância junta-se à desonestidade.
            O que, misturado com o sionista que há em si,adicionado com o racismo xenófobo que vomita,dá uma coisa assim….tenebrosa?

            Sorry pequeno racista Oliveira
            Bolas,mais um pleonasmo
            Ahahah

  5. Oliveira diz:

    E não há mais nada do grande amigo dos judeus, o Gandhi? Mais nehuma carta do Mandela para o Friedman?
    Então, sem “argumentos”??
    Acabou-se o copy paste??
    Um mestre do debate, o Dezinho charlatão…
    LOLOLOLOLOLOL

    • De diz:

      Sorry Oliveira ,leia de novo sobre o Gandhi
      Gosto que continue assim nessa senda patética

      Quanto á carta para Friedman..já a citou 300 vezes.
      lol,não tem mais nada para dizer?

      Acalme-se e respire fundo.
      Até já atropela letras,lol

      “A lot of people used their influence to whip voters into line. Harvey Firestone, who owns rubber plantations in Liberia, got busy with the Liberian Government; Adolphe Berle, Advisor to the President of Haiti, swan that vote. … Few know it, but President Truman cracked down harder on his State Department than ever before to swing the UN vote for the partition of Palestine. Truman called Acting Secretary Lovett over to the White House on Wednesday and again on Friday warning him he would demand a full explanation of nations which usually line up with the United States failed to do so on Palestine.”
      (Drew Pearson, 9 February 1948)

    • Oliveira diz:

      De, nada para ler “de pé e em respeito”???
      LOLOL
      Sorry, De, sorry, pequeno anti-semita, a verdade acima de tudo e os aldrabões devem ser desmascarados.
      LOLOLOLOL

      • De diz:

        Acho que não há nada a comentar neste seu bolsar

        Vamos então a mais factos:
        A limpeza étnica:
        Richard Falk, an American academic and the United Nations Special Rapporteur on Human Rights in the Palestinian Territories, spoke to the UN Human Rights Council as it readied a resolution condemning illegal Israeli settlement building in occupied East Jerusalem and the West Bank. Falk said that the “continued pattern of settlement expansion in East Jerusalem combined with the forcible eviction of long-residing Palestinians are creating an intolerable situation” which “can only be described in its cumulative impact as a form of ethnic cleansing.”

  6. De diz:

    Algumas coisas ficámos a saber:
    Que o estado-pária de Israel é acusado de tentativa de genocídio de um povo

    Que as provas documentais se acumulam e que estas permitem explicar o motivo pelo qual o estado-pária de Israel está cada dia mais isolado no seio da comunidade internacional

    Que os crimes que o sionismo sonhava passarem por impunes estão a ser trazidos à luz do dia com cada vez maior clareza

    Que o julgamento dos criminosos sionistas é não só uma exigência ética e da mais elementar justiça como também constituirá um mecanismo preventivo para crimes de tal envergadura

    Que é de uma tristeza atroz verificar que as vítimas dos antigos verdugos tomaram em mãos o legado de tais verdugos

    ( e que Oliveira,um defensor a toda a prova dos crimes sionistas e dos criminosos sionistas apenas consegue falar em Friedman
    …enquanto vai soltando berros histéricos em forma de Lol)

Os comentários estão fechados.