Do bloco liberal, um inesperado apoio

Helena Matos declara concordar com a ideia que os fundos que o PCP angaria entre os seus militantes deverão ser utilizados por este partido, ao contrário da gula socialista/social-democrata que se prepara para os atacar. Espero que, em breve, Helena Matos reconheça que a propriedade da terra deve ser de quem a trabalha e que os salários dos trabalhadores se devem equiparar ao produto do seu trabalho.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

3 respostas a Do bloco liberal, um inesperado apoio

  1. Abilio Rosa diz:

    Enquanto o trabalho anónimo dos comunistas financiam o valoroso PCP, os partidos corruptos do centrão querem impedir este tipo de financiamento democrático e transparente, e querem continuarem a mamarem directamente dos bolsos dos contribuintes através dos impostos dos portugueses.

    Já não lhes satisfaz o «financiamento» dos grandes conglomerados e das famosas «derrapagens» nas «obras públicas» e outras artimanhas, querem ainda ficar com o trabalho arduo dos militantes e simpatizantes comunistas.

    Parasaitas e ladrões, são esses politicos do grande centrão!

  2. helder diz:

    O PCP vive sem doações dos bancos e isso faz confusão a muito fdp.

  3. cd diz:

    Tiago, hoje ao almoço falaram-me dessa intenção do PS e do PSD, mas não dei grande importância. Lido o seu post, a coisa é mesmo para ser levada a sério!
    As tentativas de cercear a acção e fazer encolher o PCP e outros movimentos verdadeiramente anti-sistema não cessam e a máscara da escroqueria combinar cada vez mais com o neo-fascismo.

Os comentários estão fechados.