INDESCULPÁVEL


Há actos que são “o acto”: Definem tudo. Anulam tudo. Não há desculpas nem relativismos. Matar mulheres à pedrada não tem factos de enquadramento. Ser contra isso, não significa apoiar um ataque ao Irão, mas apenas dizer que não se aceita aquilo que é insuportável. Só isso.

Sobre Nuno Ramos de Almeida

TERÇA | Nuno Ramos de Almeida
Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

55 Responses to INDESCULPÁVEL

Os comentários estão fechados.