mais do que 1000 palavras… 1 imagem


(também aqui)

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

10 respostas a mais do que 1000 palavras… 1 imagem

  1. Jorge diz:

    Senhores e senhoras, que perguntar não ofende, cá vai:

    Que atitude vos merece a galinha da vossa cabidela, o boi do vosso bife no prato ou o porco do vosso churrasco?

    Não há por aí montagem de galinha de faca na goela, que faça mover montanhas e artimanhas proteccionistas e mais do que isso, ultra-moralistas?

    Espero que não se ofendam.

  2. Paulo Jorge Vieira diz:

    sou ominovoro e perfeitamente capaz de pasticipar activamente numa matança do porco. de todo, isso é contraditório com o facto de não gostar de touradas e de me parecerem, tal como o circo, um ataque despodorado e injustificado aos direitos dos animais…

  3. Nuno Ramos de Almeida diz:

    Paulo, linda imagem, o sr. foi à bicaense na véspera e está indisposto? Dever ser ressaca de tintol.

  4. Os ‘animais’ têm direitos à nascença ? and then the ‘porsuit of hapiness’ too ??

    E os trevos de quatro folhas, e as pedras da calçada ??? Nada ???)

    Ou de repente o reino ‘animal’ passou a ter ‘direitos’ que ao ‘vegetal’ e ao ‘mineral’ são negados ?????

    E a contrapartida, deveres, onde estão eles ?

    Pois, bosselências adoram atuns e golfinhos (tão bonitinhos…), mas não têm a menor exciitação em exterminar ratos, ácaros, mosquitos, baratas e etc.

    A vossa hipocrisia é só comparável à vossa ignorância.

    🙁

  5. miguel serras pereira diz:

    Caro Paulo,
    depois das nossas trocas bibliográficas sobre Henri Lefebvre de ontem à noite, deparei com este seu post, e, se me permite a franqueza, senti-me absolutamente consternado.
    Peço-lhe que não leve a mal a opinião que aqui exprimo e a tome antes como sinal da consideração e da estima que – apesar de muitas divergências – o Paulo me merece. Peço-lhe que reflicta um momento, pois creio que, se o fizer, se dará conta de que um post destes só prejudica a sua causa, pelo que o próprio Paulo o retirará, apresentando-nos em vez dele os seus argumentos contra a tourada, a fim de que os interessados os possam discutir como cidadãos adultos, livres e responsáveis, terçando as armas de juízos políticos rivais.
    Uma coisa é a crítica radical e outra o extremismo. E é neste último que o seu post incorre, no sentido em que o exemplifica o Urso da fábula de La Fontaine, evocado por Vincent Descombes, que, para impedir que uma mosca desperte um homem adormecido, a esmaga com uma enorme pedra num momento em que a mosca poisa no crânio do homem.

    Cordial abraço

    msp

  6. Paulo Jorge Vieira diz:

    Miguel
    sobre este post e esta imagem prometo um pequenito texto hoje!

  7. Pingback: Sobre textos e imagens « Paulo Jorge Vieira

  8. Pingback: cinco dias » Sobre textos e imagens

  9. koshba diz:

    Este sr. m.s.p.,é uma prima dona e,cheira-me a reaccionário à légua.Atira-se à forma ao mesmo tempo que despreza o conteúdo…

  10. E dos insectos esborrachados nos automóveis ninguém diz nada?!

Os comentários estão fechados.