Assim tentou Zapatero furar a Greve Geral

Via Ana Rajado – Revista Rubra

Deve haver poucas polícias mais dementes do que os Ertzainas. Está-lhes no sangue. Dos métodos à linguagem do bastão até àquele passa-montanhas do medo, da cobardia e da vergonha. Nojentos. Já o eram a malhar nos independentistas mas este tipo de abordagem com grevistas (alguns deles idosos) é manifesto sinal de nervosismo e de imbecilidade militante. O “socialismo” espanholista já teve melhores dias e dificilmente terá piores imagens do que aquelas reveladas neste vídeo.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

53 respostas a Assim tentou Zapatero furar a Greve Geral

  1. Manuel Monteiro diz:

    Gostaria de fazer um longo discurso, mas não me apetece: perante esta barbaridade só à bomba.
    E VIVA A ETA!
    Manuel Monteiro

  2. Renato Teixeira diz:

    Ainda te vão buscar a casa, Manel… 😉 Aquele abraço!

  3. Nuno Lourenço diz:

    Sr. Saulo com pesar lhe digo que continuo na minha, mas agora com algumas alterações significativas.
    Antes de ver o video achei que o seu comentário reflectia a posição de um senhor pretensamente superior que tem relutância de se misturar com a escumalha grevista eivada de religiosidade marxista, depois de ver o video e ler os seus posteriores comentários acho-o NOJENTO.

Os comentários estão fechados.