E se, nas férias deles, lhes roubassemos o país?

“Aqueles que podem passar férias, devem fazê-lo cá dentro para ajudar Portugal a vencer as dificuldades actuais, pois passar férias cá, é criar emprego, combater o desemprego e ajudar à melhoria das condições de vida dos portugueses”, destacou Cavaco Silva.

Portugal é um dos países onde menos se gasta em período de lazer, já que dois terços dos portugueses não pretendem fazer despesas, 17 por cento vão gastar até 500 euros e apenas sete por cento mais de mil euros.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

5 respostas a E se, nas férias deles, lhes roubassemos o país?

  1. i.tavares diz:

    Felizmente,sonhar não é proibido.

  2. Pascoal diz:

    O meu pai era pobre, a minha mãe era pobre, os meus irmãos eram pobres, a criada era pobre, o chofer era pobre, o jardineiro era pobre, éramos todos pobres.

  3. Antónimo diz:

    e já agora, do que se está à espera para organizar manifestações contra os governos que querem nomear um falcão para presidir ao BCE?

  4. Bacalhau Pascoal diz:

    e inclusivé,o pascoal é pobre de espirito!

  5. Marota diz:

    Eu desde que vivo no estrangeiro passo sempre as minhas férias aí dentro, mas antes, quando vivia em Portugal, passava-as sempre lá fora, na minha varandinha à sombra das sardinheiras.

Os comentários estão fechados.