Política FIFA

Nos jogos do campeonato do mundo que tenho visto, houve mais amarelos por protestos do que por faltas que põem em causa a integridade dos trabalhadores da bola.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

20 Responses to Política FIFA

  1. Querem conversa, os trabalhadores da bola, parecem gajas. A FIFA devia proibi-los de falar durante os jogos. Porrada!

  2. Tiago Mota Saraiva diz:

    “trabalhadores da bola” também me suou soou bem.

    • Morgada de V. diz:

      Queres dizer que suaste as estopinhas para reinterpretar o marxismo à luz do futebol? É um achado.

  3. Tiago Mota Saraiva diz:

    Não, foi por acaso.

  4. António Figueira diz:

    “Suou bem” is a hell of a jeu-de-mots!

  5. Tiago Mota Saraiva diz:

    Tendes toda a razão… soou.

    • Morgada de V. diz:

      É a poesia do acaso a trabalhar em toda a linha. Eu achei lindo, não percebi que era fora de jogo.

  6. António Figueira diz:

    Não te desculpes: suou fica muito bem onde está.

  7. António Figueira diz:

    Mais diria: chi lavora, suda!

  8. Tiago Mota Saraiva diz:

    Esse tem sido o meu problema: C’e’ dá lavora’!

  9. Tiago Mota Saraiva diz:

    E eu amarelei-me.

    • Morgada de V. diz:

      Olha que é uma falta mal assinalada, vê-se claramente na repetição do lance. É como a mão de deus, fala a verdade desportiva por linhas tortas.

  10. Morgada de V. diz:

    Não te estava a chamar maradona, mas cuidado com o Lime, ele anda por aí.

  11. Tiago Mota Saraiva diz:

    Caros morgada e antónio, com fair play:

    • Morgada de V. diz:

      Magnífico. Vai, zagueiro, faz gol!
      (eu sei que foi o goleiro, mas “zagueiro” é lindo!)

      • Morgada de V. diz:

        Agora eu propunha que retomássemos a discussão rudemente interrompida por este calembour: o que é que aconteceu às faltas honestas, feitas de rasteiras honestas e honesta pancada, e não de falinhas pouco mansas para o árbitro? Onde pára o fair-play?

  12. idi na hui diz:

    ufa!que brain storm, à cause du football.

  13. Abílio Rosa diz:

    A FIFA é uma multinacional e a única coisa que lhe interessa é o negócio.

    Mais cabeça partida, menos perna partida, não interessa.

    E como entidade patronal organizadora coloca os «fiscais» ou os «capatazes» (árbitros) a seu belo prazer para que haja «ordem» «disciplina» durante o ciclo de produção.

  14. António Figueira diz:

    Desculpem a ausência, fui dormir.
    Tiago, belo vídeo.
    Morgada, ainda melhor que “zagueiro”, é “zaga”, ex. “zaga rubro-negra” para designar a defesa do Flamengo.
    E que tal o “escanteio” para designar um vulgar pontapé de canto?
    Ó português, serias tão mais pobre sem esses loucos da América do Sul!

  15. Morgada de V. diz:

    Gosto do português com corantes sul-americanos e sem conservantes.
    Abílio, vejo que está do lado certo da barricada na luta contra a FIFA, um dia seremos muitos!
    (Tens aqui uma bela tasca, Tiago, mas não há umas cervejas para os trabalhadores da bloga?)

Os comentários estão fechados.