Centenário da República VII

Uma belíssima reportagem sobre as Repúblicas de Coimbra a propósito da iniciativa do GEFAC (Grupo de Etnografia e Folclore da Academia de Coimbra), Viver Assim. Antes de ver o documentário parecia-me impossível fazer algo que pudesse retratar de uma assentada as ditas cujas. Os anos da revolução, o efeito devastador dos anos 80, a praxe e as propinas, fragmentaram a ideia de vida em comunidade e do que é hoje ser repúblico. O trabalho merece pois todos os elogios pois não esquece de onde vem nem o património das lutas que foram travadas. Para além da sobriedade de não querer definir a coisa pública, mas antes endossar um convite ao público, tem também o mérito de não dar voz a nenhum morcego. Quem fala, fala em nome de um grupo que colectivamente nunca mais quis voltar a calcorrear o céu cinzento sob o astro mudo…

Viva a República! Estas, não a outra. Oh Égua!

Centenário da República I, II, III, IV, V, VI.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

2 Responses to Centenário da República VII

  1. harness diz:

    não sei como é que é possível este post não ter nenhum comentário; sobre uma realidade muito mais interessante que qualquer filho da puta ou vuvuzela ou punheta intelectual.

    viva as repúblicas!

  2. Renato Teixeira diz:

    Não é o caso, mas nem sempre os comentários traduzem o interesse dos leitores caro Harness…

    Vivam pois!

Os comentários estão fechados.