Quando a máscara cai

Carlos Santos escreve-nos sobre o ridículo das muito modernaças conferências de blogues (#blogconf) que, no Verão de 2009, foram encenadas para promover José Sócrates. Para os companheiros de blogue mais antigos recordo que foi uma daquelas ocasiões em que muita boa gente, empenhadamente, assegurou que o convite não chegasse ao 5dias. Ao contrário do que enuncia o Carlos Santos, a grande preocupação dos assessores que queriam mostrar que o primeiro era um candidato “às esquerdas”, não era vetar a participação de blogues de direita, mas sim, da esquerda.
Recordo o que foi sendo escrito por aqui pelo Luis, Francisco e Carlos.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

3 Responses to Quando a máscara cai

  1. miguel diz:

    Tiago Mota Saraiva: “Carlos Santos escreve-nos […]

    O que o Carlos Santos escreve é irrelevante. Nem ele concorda com o que escreve.

  2. Por muita razão que pudesse ter, o descrédito em que caiu o Carlos Santos inviabiliza que se tome a sério o que quer que escreva. É claramente um tipo com uma agenda e nenhuma seriedade intelectual.

    Posto isto, foi interessante ter contacto com esse episódio do “debate com blogues”, na altura não me tinha apercebido das tentativas de boicote à esquerda que o 5dias descreveu.

  3. O Carlos escreve do que sabe e aquilo que deve ser conhecido.

Os comentários estão fechados.