Debate sobre Gaza bastante animado

Segunda parte
Terceira parte

Sobre Nuno Ramos de Almeida

TERÇA | Nuno Ramos de Almeida
Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

9 Responses to Debate sobre Gaza bastante animado

  1. LM r diz:

    Já repararam no clima desolado de “shock and awe” que reina no quintal dos vossos amigos jugulares? Desde que descobriram que os papéis da amiga Inês de Medeiros afinal são tão fiáveis como um projecto assinado pelo Sócrates, ainda não saíram da catatonia. Também pudera, depois de andarem semanas a insultar quem quer que questionasse a versão da peripatética deputada…

    http://blasfemias.net/2010/06/05/para-acabar-de-vez-com-as-duvidas/

  2. Não posso comentar. Logo de seguida, após as minhas ideias, teria aqui a guarda de serviço ao insulto.

  3. Abílio Rosa diz:

    O Sr.Daniel Santos não gosta de factos.

    E os factos estão aí e são uma verdade insofismável: Israel é um estado que vive à margem da lei das nações, como é o caso da Transnístria ou do Kosovo que é uma republiqueta de traficantes e ladrões.

    Israel é um estado confessional, como são o Irão e a Arábia Saudita.

    Israel é um estado racista, onde humilha os que não são da sua raça e religião.

    Israel é um estado concentracionário e semeia «bantustões» em tudo o que é paisagem; rouba as melhores terras e olivais aos palestinianos e constroí um vergonhoso muro, desenhando unilateralmente uma fronteira que não é reconhecida por ninguém, dividindo aldeias e famílias.

    Contra factos não há argumentos.

  4. ezequiel diz:

    Abílio

    Eu não encontro factos nos seus argumentos nem argumentos nos seus factos.

    Culpa mea, certamente. 🙂

  5. Abílio Rosa diz:

    Para o «profeta» Ezequiel a realidade não conta.

    O que conta é a história da carochinha, os filmes de Hollyood do Spielberg e dos brothers Warner, os livrinhos de banda desenhada, e toda uma hagiografia judaica que nos quer fazer crer que o «povo eleito» sendo igual, é mais igual do que os outros.

    A verdade é que, o amigo Ezequiel ainda não nos trouxe, e considerando as dezenas de posts sobre o assunto, qualquer argumento ou fundamento racional.

    Racional…de raciocínio, isto é: uma operação mental complexa onde se estabelece relações entre os elementos em presença ou em questão.

    Ou o Ezequiel, é também um daqueles que acredita que Deus outorgou escritura com o povo judaico e que lhe atribui uma certa quantidade de quilómetros quadrados para seu exclusivo uso e usufruto?

    Um resort à beira do Mediterrâneo, né?

  6. augusto diz:

    Um grupo de cidadãos alemães , de religião judaica , indignados com a ataque pirata das tropas israelitas, quer fretar um barco para levar ajuda a Gaza, esperam conseguir partir em Julho.

    Talvez nessa altura já o governo do Bibi tenha levantado o cerco a Gaza.

    Ou então teremos os militares de Israel, a prender e a expulsar Judeus…..

  7. ezequiel diz:

    Abílio

    aconselho-lhe a reler o seu comentário (contra factos não há argumentos)

    este seu comentário é apenas uma suposta constatação de factos.

    é o sr n estabelece qualquer relação complexa entre factos.

    aliás, o seu comentário não é uma explicação racional das relações entre factos mas apenas uma acusação.

    e conclui em conformidade. contra factos não há argumentos. ou seja, o seu comentário não foi um argumento (num argumento relacionam-se as coisas, meu caro)

  8. era o que eu dizia, nem dei a opinião e apareceram logo.

Os comentários estão fechados.