Da conveniência dos compromissos comerciais à mentira pura e dura é só um passo

Se num post anterior achei realmente estranho o sentido de conveniência da introdução de compromissos comerciais no meio de uma conferência de imprensa de Silvio Rodriguez nos EUA, perante as evidências claras e contudentes das mentiras descaradas que a CNN difunde (afirmando que Silvio Rodriguez defende a prisão dos 5 cubanos detidos em território norte-americano quando ele disse EXACTAMENTE o contrário), a unica conclusão possível a que posso chegar é  que: sim, existe uma campanha mediática contra Cuba! Sim, o império e a mafia de Miami existem, não são um mito, nem uma invenção de esquerdistas esquizofrénicos. Sim, as multinacionais dos media são apenas a correia de transmissão dos anteriormente referidos.

Que não haja ingénuos na luta por Cuba.

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged , . Bookmark the permalink.

3 respostas a Da conveniência dos compromissos comerciais à mentira pura e dura é só um passo

  1. Rafael Fortes diz:

    ezequiel

    enganou-se no post, seguramente. Eu é mais america latina, na porta ao lado está o médio oriente…

  2. Jorge Nunes diz:

    Caro Rafael Fortes,
    Gostei muito deste seu “post”. Fiz parte da comissão de libertação dos cinco, onde também esteve o Pedro Namora e até o músico Luís Represas.
    Por aqui, já vemos como vão as manobras de contra-informação contra Cuba e o caso dos cinco cubanos presos.
    Nestes casos, sempre é melhor pensar um pouco, do que tirar conclusões precipitadas, o que fazem, muitas vezes, alguns comentadores menos preparados.
    Sou, também, um leitor atento ao caso do índio Leonard Peltier, preso há 32 anos pelos americanos.
    Caso necessite de algum apoio, o meu e.mail é o jrednunes@nullgmail.com
    Desejo-lhe a continuação de um bom trabalho, pois tenho a certeza que a verdade vencerá a mentira.
    Receba um abraço do
    Jorge Nunes

Os comentários estão fechados.