Retrato do anticínico quando jovem deputado

Idealista, leal e anticínico” parece-me uma trilogia razoavelmente bem escolhida, embora um pouco pretensiosa na sua aparente falta de pretensão (quem é, de facto, tudo isso, escusa de dizê-lo in a glossy Sunday supplement, I believe) e também um bocadinho na defensiva (por que razão sentirá Galamba necessidade de dar conta de que age por “lealdade”?, será má consciência ou simples tacticismo, aware of the days to come?). O João Galamba, já o disse anteriormente, é uma criatura do século XIX português reinventada no XXI (é o seu principal encanto, ser um Calisto Elói aggiornato), e disposta a refazer o papel de uma notabilidade parlamentar dos tempos do rotativismo na era dos blogues e da Terceira Via (o que inclui afirmar que é “autêntico”, e o leitor avisado deve entender como querendo dizer que ele é autenticamente forjado para a função social que se propõe); as a modest piece of advice, e trilogia por trilogia, eu por mim recomendava-lhe antes, e pensando nos dias difíceis que vai ter pela frente, os clássicos silence, exile and cunning (loads of, more than anything else, ‘cause when the Man goes not everything will be lost and life will go on, hopefully).

Sobre António Figueira

SEXTA | António Figueira
Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

12 Responses to Retrato do anticínico quando jovem deputado

  1. Pingback: Tweets that mention cinco dias » Retrato do anticínico quando jovem deputado -- Topsy.com

Os comentários estão fechados.