Escola Secundária Poeta António Aleixo

Comentário de João A. deixado aqui:

A Escola Secundária Poeta António Aleixo funciona num edifício construído em 1964. Era então Liceu Nacional de Portimão. Já foi alvo de várias remodelações , a última das quais há bem pouco tempo, quatro, cinco anos, que apetrecharam a escola de todas as valências e funcionalidades. Ouso até dizer que poucos serão os edifícios escolares, mesmo os mais recentes, que se lhe podem comparar. Alberga cerca de mil e trezentos alunos. Estão projectadas obras que visam ocupar quase todo o espaço livre que existe, vulgo recreios, duplicando a população escolar (o que é nitidamente uma medida sensata e inteligente, visto ser fácil gerir uma comunidade tão sensível, cada vez mais sensível…), descaracterizando o edifício e a zona onde este se insere. Preço orçamentado: 25 milhões de euros. Uma bagatela.

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged . Bookmark the permalink.

4 respostas a Escola Secundária Poeta António Aleixo

  1. João A. diz:

    Já que foi dado um destaque inesperado ao comentário que deixei noutro post, deixai-me acrescentar que esta Escola Poeta António Aleixo é realmente modelar nas instalações e na articulação dos espaços que a constituem. Não há alunos à chuva quando se deslocam de um para outro módulo porque… é uni-modular; tem um elevador instalado há quatro anos para facilitar a vida a quem tiver problemas de locomoção; tem um pavilhão polivalente, construído há quatro anos, a aumentar as capacidades na área da Ed. Física já razoáveis com os dois ginásios originais; tem auditório equipado com o que de mais recente se usa na área do Audio-visual. O estado de conservação é notável e espaço envolvente tem vastas zonas verdes que irão desaparecer, pelo que se pode ver na maquete.
    Claro que as obras permitirão aumentar a população escolar para cerca de dois mil e quinhentos alunos, quase o dobro dos que tem actualmente. Numa época em que a conflitualidade da população escolar é cada vez visível, esta alteração é uma decisão de alto risco.
    A insanidade mental dos decisores é cada vez maior.
    Este é apenas mais um exemplo dos efeitos dessa insanidade.
    Custo – 25 milhões.

  2. Carlos Costa Rodrigues diz:

    Custo: a estupidez de alguns. [Não estamos em/na crise?]

  3. fernando oliveira diz:

    E a desorganização? Aparentemente está organizada…os funcionários reportam à comiss\ao as turmas que saem mais cedo assim como os professores que os deixam sair, tipo pide, os pcs dos alunos não funcionam, ou funcionam mal, poucos programas instalados e sujeitos a bloqueamento na maioria das páginas.
    Turmas em espaços reduzidos onde mal cabem…estrutura curricular do ensino profissional exagerado, secretaria a funcionar mal, onde nem as faltas justificadas por atestado médico são justificadas, alunos que aparecem reprovados a meio do ano quando transitaram de ano…aparentemente tudo funciona, mas o podre está tapado.
    Devo dizer que estudei nesse Liceu, quando era Liceu e uma das vantagens era o espaço envolvente, os vários recreios envolventes. Acabar com eles para a construção de mais edificios para albergar esse tipo de população escolar é uma idiotice completa, pois na Bemposta irá abrir uma nova escola.Mas há sempre dinheiro para esturricar quando não há para resolver outros problemas mais graves.

Os comentários estão fechados.