Então, ó “arrastãozito” não vai uma petiçãozeca sobre o golpe militar nas Honduras??

Não, essencialmente por duas razões (não forçosamente por ordem de importância):

1. Primeiro, porque o Jugular e uma jugulenta legitimaram (apoiaram), enquadraram e contextualizaram a acção militar fascistóide. E o blogue-mãe é o blogue-mãe. É assim a vida, mais nada.

2. Porque defender os chamados “direitos humanos” em Cuba é muito mais fashionable e de bom tom que nas Honduras. É como preferir Boss à Zara (onde compra roupa, sr. oliveira?). O que quer dizer que o autor da petição se enche de mais status falando de Cuba do que nas Honduras. E isto não explica as dificuldades de Cuba, mas diz-nos que o autor da petição sobre Cuba (o sr. oliveira) se está nas tintas para a liberdade seja em Cuba seja nas Honduras. Exceptuando que quer aparecer com uma “medalha” domingo à tarde na sic-sic-sic.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

55 respostas a Então, ó “arrastãozito” não vai uma petiçãozeca sobre o golpe militar nas Honduras??

  1. Carlos Vidal diz:

    Amigo e camarada Niet,
    Não, não vi a Marianne – grato, vou já tratar de o obter.
    Quanto ao resto, também eu lamento que se tenha susbstituído, espero que conjunturalmente, a revolta pela imbecilidade: deixar a Comuna e o debate sobre o comunismo pelo debate sobre o “heterossexismo” e a pub à Superbock, etc., é um forte murro no estômago, também para mim, naturalmente.
    Venha sempre.
    CV

  2. Carlos Vidal diz:

    sr. oliveira,

    leu mal o meu post: não peço credenciais suas sobre as Honduras. O que eu digo são três “coisas”:
    1. O sr. oliveira, de forma snob e calculista, decidiu seleccionar uma causa trendy do anticomunismo internacional, sabe-se lá porquê. Ou melhor, sei: porque dá muito mais lucro – nome mediático, estatuto social – defender os ditos “direitos humanos” em Cuba do que nas Honduras. É uma questão fashionable, sem fundamento real.

    2. Mas, mesmo as suas credenciais hondurenhas são insuficientes; porque eu gostava tanto de assinar uma petição do “arrastão” sobre as Honduras, não imagina, sr. oliveira…

    3. Em terceiro e último lugar, o sr. não se deu ao trabalho de saber o que se passou, realmente – precisamente, porque o que se passou não lhe interessa nada. Interessa-lhe a medalha: coisa de moda como qualquer outra. O seu pescoço levantar-se-á sempre em primeiro lugar para problemas em Cuba, Venezuela, Bolívia, Nicarágua… do que em qualquer outro lugar.

    Vá enganar outros incautos, que aquilo que o move sei eu.
    (Será recompensado.)

  3. enquanto as araras palradoras fazem caminho, papistas mais do que o papa argumentarão com os já habituais problemas técnicos. É o Tide a lavar e servidor a descansar.

  4. Quem se mete com o ps leva, as velhas do P escoço S angrante continuam a tematizar o orgânico e escatológico mais o conceito de (formless: a User’s Guide).

  5. Justiniano diz:

    Ora, meu caro Vidal, porquê a admiração desiludida, o desapontamento, a frustração enfatuada e espírito pusilanime!!??
    Para quando o prometido ensaio aos post imp e exp!??
    Aguardo-o, como bem sabe, com genuino interesse, sempre!
    Um bem haja,

Os comentários estão fechados.