Só não foram buscar este como candidato “de esquerda” porque ele não está disponível

Entre um saco de vento solipsista e um humanista que aparenta resumir o seu pensamento político a três ou quatro lugares-comuns, estamos bem tramados, por muitas demãos de tinta que o Bloco queira aplicar sobre o mono Alegre. Ou então, trata-se de uma campanha para branquear e melhorar a imagem de Cavaco Silva; qualquer coisa com um slogan como “estão a ver como podia ser ainda pior?”

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

10 Responses to Só não foram buscar este como candidato “de esquerda” porque ele não está disponível

  1. V Branco diz:

    Tenho mais confiança num cabelo do Nobre do que no Cavaco e Alegre juntos. Só tenho é pena que o partido em que eu sempre votei (PCP) queira vincar o seu espaço apresentando uma candidatura que não servirá para mais do que isso mesmo. Se noutros sufrágios (legislativas, europeias, etc) todos os votos contam para reforçar a posição do PC aqui não contarão com o meu voto.

  2. Pois a mim, não me apanharão a votar num candidato que assim que se instalar se esquece logo dos motivos e programa que levaram à sua eleição. Deste Nobre não lhe conheço currículo a não ser o seu apoio a Durão Barroso (!) para Primeiro Ministro, portanto, nem pensar.
    Em Alegre, não consigo confiar no seu discurso inconsequente, que aparenta ser de esquerda mas que nos momentos chave, desaparece.
    Jurei a mim mesmo nunca mais desperdiçar um voto, em qualquer das eleições. Em actos eleitorais só votarei no PCP ou em candidatos apoiados pelo PCP ou CDU. E ponto final.

  3. Maria Tuga diz:

    O comunismo já provou ser o que é.
    O maior embuste do século passado.
    Maior cego é quem não quer ver…

  4. V Branco diz:

    Caro General Zé,

    Por essa ordem de ideias nunca mais votaria no PCP desde que apoiou a eleição do biltre Soares para a Presidência da República (fazendo uma retrospectiva talvez tivesse sido melhor colocar lá o Freitas). A mim pouco me interessa se apoiou o cherne ou não. Para mim o que está em jogo é colocar alguém confiável/honesto/independente em Belém coisas que para mim Fernando Nobre é e os outros não.
    Veja lá que eu até já ouvi militantes comunistas dizerem que vão votar no Cavaco para fazer contraponto ao Sócrates. Ora tendo o Cavaco culpas no cartório para mim votar nele seria como ter votado Soares… simplesmente vergonhoso.

    Saudações,
    Vasco Branco

  5. JB diz:

    General Zé
    Creio ter hoje lido que
    FernandoN declarou estar arrependido de ter apoiado DurãoB.

    Admitindo já só me restar votar no PCP (o que não é habitual),
    porque não votar
    num ‘estrangeiro’ da política (portuguesa)?
    Pior é dificil.
    Coronel J

  6. JMG diz:

    E vocês aí na esquerda ainda têm escolha: podem votar em Sila ou em Caribdis. Agora eu … estou reduzido, para já, ao guarda-livros com problemas de Português e jeito para fazer das fraquezas forças. Vou-me abster – espero que esteja um lindo dia de Sol.

  7. Renato Teixeira diz:

    Porra… este Nobre nem atacar o Cavaco é capaz… Que balão de ar… arre!

    “Como avalia o mandato de Cavaco Silva?

    O professor Cavaco Silva teve uma ideia muito boa: os roteiros para a inclusão. Estive com ele no último roteiro para a inclusão no Norte, ao lado dele, nesta causa nacional de luta contra a pobreza, que é uma vergonha para este país. Tenho de Cavaco Silva a imagem de um homem digno, responsável e crente nas pessoas. Acho é que, perante a situação de Portugal, vai ser preciso uma grande força anímica – que eu tenho.

    E o actual presidente não a terá tanto?

    Ele responderá por ele. Eu falo por mim. “

  8. Pingback: cinco dias » Alegoria justificativa…

  9. É ver toda a gente tão entusiasmada pela candidatura do monárquico Fernando Nobre …. em ano de “sem-tenário”!

Os comentários estão fechados.