Num país livre

Espanta-me, mais uma vez, ler tudo isto num jornal supostamente moderado, no Público. Depois, senhores da SONAE, que deixam que o seu dinheiro dê voz a radicais, não se queixem, nos momentos da verdade, que o país está enviesado, entregue à extrema esquerda, e que encontram resistência na mentalidade dos portugueses para promover a mudança.

Portugal dificilmente vai deixar de ser um país anémico, enquanto nos jornais moderados e, pasme-se, nos económicos, houver espaço para quem detesta as regras mais básicas do funcionamento dos mercados, e clama por aquilo que o mata.

Rodrigo Adão da Fonseca, um democrata que não gosta de Sócrates e se preocupa com a liberdade

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

8 Responses to Num país livre

  1. Pingback: cinco dias » Lógica dicotómica

Os comentários estão fechados.