Vejamos, vejamos bem

– Ah, eu nunca me juntarei a comunistas para derrotar a Alemanha.

– E eu nunca me juntarei a capitalistas e américas para derrotar a Alemanha.

– Eu quero uma estratégia sem tácticas.

– E eu quero uma táctica sem estratégias.

– Faz-se tarde.

– Tarde se faz.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

16 respostas a Vejamos, vejamos bem

  1. Curioso como com qualquer apoio a Alegre ou qualquer coisa com o Bloco de Esquerda é só princípios e repugnâncias, mas com a direita fica tudo ao contrário. Faz sentido, vindo de si. Está de facto bem mais próximo deles.

  2. Nuno Ramos de Almeida diz:

    Por falar em Alegre, quantos alegres vamos ter nestas eleições? Tenho curiosidade sobre isso. Cenário divertido: Alegre, “Alegre”do/Soares e Gama. Cenário mais divertido: Alegre/Sócrates e “Alegre”do/Soares

  3. Carlos Vidal diz:

    Vão-lhe dar bifinhos. Descanse. É uma frase e evento conhecido, e eu sei a quem foi aplicada, mas, descanse de novo, você não sabe (e sabe muito pouco): “dêem-lhe bifes!”

  4. sabem muito pouco, não escrevem, não pensam, não conhecem, não lêem…
    Nunca vi ninguém tão cabotino. Acho que se vai sentir como peixe na água no Tea Party da próxima quinta. Eles vão gostar de si. Achá-lo exótico para o mostrar às tias.

  5. Niet diz:

    O Carlos Vidal continua na sua saga à la Debord! O pior é o estado psicótico e regressivo em que cairam todos os aparelhos ideológicos do Estado nacionais…E par combater tal perigo(s) o melhor remédio não seria uma excursão em voz alta pelos melhos textos do G.D.?Um clarão enunciado por Aristóteles, no Livro VII da Metafísica, que G.D. gostava de reescrever: ” Da mesma forma que os olhos dos pássaros nocturnos cintilam perante o amanhecer, igualmente o olhar do comum dos mortais se torna estupefacto diante o que é mais visível “. Salut! Niet

  6. “canta o melro nos pinhais”, a carne anda muito cheia de água, dado que toda a analogia tem um caracter retospectivo, não te preocupes mais.

  7. 'Idi na Hui' diz:

    Não é o Daniel Oliveira o amanuense do balsemão,um ganda democrata e amigo da liberdae de expressão?o gajo de Bilderberg.

    Daniel,foi à tua pála(parva)que deixei de votar no BE!

  8. alberino diz:

    o Sr. Daniel d’Oliveira não quer a manif porque aquilo (ai que horror!) vai estar cheio de tias. Pois antes tias que as arrastadas e jugulentas e progressistas gajas-tias que andam pelos lados do Daniel.

  9. Pingback: cinco dias » compagnons de route II

  10. Aristes diz:

    Vidal, agora usa bigode?

  11. vejamos então a conversão do “esquema” em “imagem” produzido pelo sentimento do esforço da intelecção.

  12. Carlos Vidal diz:

    Aristes, uso bigode, e estou sempre sentado ao lado do tipo dos bigodes. Mas não sou nem americano nem inglês, lamento.

  13. ‘Idi na Hui’ : deixar de votar num partido apenas porque se opõe a um militante que não tem qualquer responsabilidade no mesmo é cretinice pura!

    conhecendo bem o mundo, você já não deve votar em ninguém. aplique esse princípio à sua vida e verá em quantos segundos esvaziará o seu grupo de amigos, colegas, camaradas, família, religião ou convicção que seja.

    essa fulanização apenas coloca em relevo a pessoa que tanto detesta! nada mais! ainda vota sequer?

  14. então vejamos estes cegos do shelltox em prefácio de Cromwell, exalçam enfim a humanidade zion.

  15. Pingback: Arrastão: A liberdade e outras histórias

  16. Sendo o caso extremo, compreendo que os dois senhores se tenham sentado com Estaline.

Os comentários estão fechados.