Sectarismos

Estava só à espera da analogia (caixa de comentários) que se adivinhava vinda destas bandas, para vir a terreiro opinar sobre o tema.

Eles têm sempre a boca cheia para acusar tudo e todos de sectarismo. Um gajo não quer ir para o Governo com o PS é sectário, um gajo não quer cretinices parlamentares é sectário, um gajo não quer apoiar o candidato do regime às presidenciais é sectário, um gajo não quer um partido empresa é sectário, um gajo não quer a social-democracia é sectário.

Ainda assim, são os tipos que têm sempre a boca cheia de sectarismo para vomitar demagogia em cima dos outros que não têm nenhum problema em fazer unidade com os sectores mais reaccionários da Igreja para fazer Fóruns Sociais, com o Imperialismo para atacar os países não alinhados, com o Estado Burguês para se demarcarem dos revolucionários.

Não fiquei particularmente excitado com uma manifestação pela liberdade. Talvez até lá vá mas compreendo que a defesa abstracta da liberdade oculta as verdadeiras razões da exclusão. Fui dos poucos a dizer que pidescos destes não os defendia, mas sei distinguir o trigo do joio. Eu não apoio Alegre por este ser mais ou menos adepto da caça ou da briosa. Não apoio Alegre por este ser o candidato do regime, do PS e do Governo. Apoio ou não uma causa pela causa e não pelas bestas que a defendem. Assim marchei com muita gente diferente contra a globalização e parece que até neo-fascistas por lá havia.

A unidade só vos apraz se for no colo dos beijinhos com miminhos chuchialistas.

Assim se vê que os sectários são vocês!

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

9 Responses to Sectarismos

Os comentários estão fechados.