O candidato de esquerda

As declarações de Manuel Alegre sobre as notícias do SOL e do Correio da Manhã e o plano de Sócrates para “solucionar” jornalistas demonstram que, apesar do namoro sem quebras do BE, Alegre está disposto a engolir sapos do tamanho do Freeport para conseguir o apoio de Sócrates. Resta saber se, caso seja eleito, Alegre conseguirá transcender o papel de capacho usado para limpar todos os pequenos problemas judiciais que surjam ao presidente do conselho. A anos luz, do putativo candidato, estão as declarações de João Cravinho que lembra que o centro da corrupção está nesta “classe política”. Não podem arranjar um candidato de esquerda?

Sobre Nuno Ramos de Almeida

TERÇA | Nuno Ramos de Almeida
Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

9 Responses to O candidato de esquerda

  1. Pingback: cinco dias » Triste D’Alema Alegre

Os comentários estão fechados.