Se Maomé não vem ao post, este vai a Maomé

Não há forma de vermos o nosso Francisco Santos de volta à postação. Assim sendo, resgato da caixa de comentários a seguinte prosa:
«O João Miranda decide reduzir tudo ao absurdo – se não for com as agência de rating, então cairemos nas mão de um qualquer burcocrata! Ou é assim ou então é o assado e o assado é o caos! Ora, as coisas não são assim tão… absurdas. Nem têm de ser. Basta saber que quer nos Estados Unidos, quer no Canadá, vem sendo discutida a possibilidade de esta tarefa ser assumida por unidades especiais no seio das independentes entidades reguladoras. Aliás, o próprio mercado (grace be upon it) já está a responder com alternativas, justamente pela avaliação negativa que faz da credibilidade de várias notações de risco das ditas agências: por ex., a Goldman Sachs já estabeleceu um sistema de categorias de risco de crédito independente das informações de rating das ditas agências.»

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

13 Responses to Se Maomé não vem ao post, este vai a Maomé

  1. Pingback: cinco dias » Será que o rating do 5Dias vai baixar?

Os comentários estão fechados.