Cilícios & flagelos

Depois de ter visto aquela reportagem sobre os terços do Cristiano Ronaldo e lido o post do Luis Rainha sobre as penitências de João Paulo II, e na expectativa da visita do Papa a Portugal, dei por mim a pensar que bom, bom para o negócio era criar, para lixar a marca CR7 junto do público católico, a marca BXVI (pronuncie-se “bê-xis-vê-i”), e vender, para os mais aficcionados, cintos griffés para uso íntimo. Os nossos empresários podem inspirar-se no know-how desta empresa inglesa, que distribui “a range of cilice belts (…) produced by Italian nuns” e outros acessórios para estimular a fé, tudo enviado por correio “in discreet packaging”.
Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

2 respostas a Cilícios & flagelos

  1. António Figueira diz:

    Crux mea lux!

  2. hashimiha diz:

    ashi ashu huashi mishu

Os comentários estão fechados.