Ajustes directos da Parque Escolar

A fotografia é conhecida. O fotografado é José Cid. A imagem é grotesca, um pouco como o país.

Não pretendendo colocar em questão a qualidade técnica da empresa Carlos Prata, Gabinete de Arquitectura e Serviços, Lda. liderada pelo Vice-Presidente da Assembleia Geral da Ordem dos Arquitectos Carlos Prata, tenho todo o direito de saber, enquanto cidadão, por que é que no ano de 2008 a referida empresa assinou cinco contratos públicos com a mesma entidade pública perfazendo o valor total de 860.363,00 €:

205.481,00 €
Elaboração projecto de arquitectura para a modernização da Escola Secundária / EB 3 da Maia

205.328,00 €
Elaboração projecto de arquitectura para a modernização da Escola Secundária Carlos Amarante em Braga

202.954,00 €
Elaboração projecto de arquitectura para a modernização da Escola Secundária Filipa de Vilhena, no Porto

197.500,00 €
Projecto de Arquitectura da Futura Escola de Hotelaria e Turismo do Porto

49.100,00 €
Projecto de Interiores e Decoração, incluindo a Assistência Técnica à obra

P.S. : E, em 2007, 613.761,00 €

P.S. 2 : Aos corporativos declaro que aceito o desafio de discutir a Parque Escolar. Podemos começar por aqui?

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged . Bookmark the permalink.

19 respostas a Ajustes directos da Parque Escolar

  1. francisco santos diz:

    Tiago,

    tens de arranjar um avental 🙂

  2. Tiago Mota Saraiva diz:

    Caro Francisco, concordo que o avental possa ser um critério em prestações de serviços de pastelaria, mas de arquitectura ;)…
    Será isso?

  3. rafael diz:

    Amigo Tiago, olha que nao é avental o que precisas…o teu post é bastante certeiro e acho que nem 1/6 é destapado…

  4. Tiago Mota Saraiva diz:

    Rafael, os corporativos é que quiseram discutir…

  5. rafael diz:

    Olha, à pergunta que eles fazem: “Qual será a razão pela qual nenhuma televisão, nenhum jornal, se interessou a fundo pelo que está a ser feito nas escolas portuguesas?” talvez seja porque se o interesse fosse a fundo, as respostas seriam muito incómodas…

    mas, também, o que esperavas de “um blogue recomendado pelo Pacheco Pereira”?

  6. Tiago Mota Saraiva diz:

    Acrescento:

    Parque Escolar: Estado pagou a arquitectos mais de 20 milhões de euros sem concurso

    http://www.publico.clix.pt/Sociedade/parque-escolar-estado-pagou-a-arquitectos-mais-de-20-milhoes-de-euros-sem-concurso_1396335

  7. Carlos Fernandes diz:

    Que ignorancia Sr. Arquitecto, vê.se bem que é comunista, LOL, então não reparou que os puxadores e dobradiças das portas, entre outros materiais daqueles projectos, são de ouro de 24K com diamantes incrustados…

  8. rafael diz:

    belo acrescento, Tiago. mas o que ainda há por destapar é como os gabinetes sao contactados, quantos projectos sao dados a cada um e como chega a haver casos de gabinetes que distribuem projectos por gabinetes amigos. Sem contar com a forma como sao desenvolvidos os projectos, sem tempo para fazer tantos, soluçao chapa 5 e toca a andar…
    E no meio disto tudo a rede de relaçoes existentes…

    Eu conheço alguns mitos (que nao serao tanto assim) aqui/ lá no Porto…

  9. Mafalda Santos diz:

    Infelizmente, a reabilitação do parque escolar é mais do mesmo neste país! Na minha opinião, a ilustração foi mal escolhida – o rei vai nú, por completo! Mas à semelhança da história, parece não existir muito interesse em admitir essa evidência.

  10. JB diz:

    Diz-se que é uma espécie de ‘Mota-Engil’
    e o Carlos Prata,
    uma espécie de ‘Coelhone’.

  11. Donatien diz:

    Não é só o nosso Arquitecto do Terreiro do Paço, quiçá aprendiz de Grande Arquitecto D.U.-
    Curioso, a mexer em papeis velhos encontrei-o no nº 1 da revista FOGO, da ESBAL…publicação afecta ao MRPP.

  12. anah diz:

    As escolas intervencionadas estão já todas a “meter muita àgua”. Parece que estão piores do que estavam.

    Podem começar por escola de Vialonga (concelho de Vila F. Xira)! …

    É outro dos grandes escândalos. Tudo sem concurso. Um grupo de empresas de construção civil e de gabinetes de arquitectura. Todo bons rapazes!

  13. Pingback: cinco dias » Parque Escolar (II)

  14. Morgado diz:

    de quem já por lá andou um nadinha por dentro: está tudo combinado. é fácil de ver. basta ver quem está a fazer os projectos. já repararam que os arquitectos são todos amigos? que, ou se conhecem desde tempos de faculdade ou encontram-se em jantaradas até tingirem os bigodes (os que ainda o têm) com todo aquele tinto.
    os projectos são mal feitos e apenas se aposta numa execução baseada em números (área e preço). não se aproveita a experiência para repensar nem um nadinha qq tipo de estratégia tendo em vista o que é uma escola ou como uma qualquer mudança, ou não, influencia, positiva ou negativamente, o sistema de ensino (como se faz noutros sítios). é como um caiar de branco.

  15. Tiago Mota Saraiva diz:

    Morgado, continuarei a desenvolver o tema, com pouca opinião, e muitos factos. Se os tiver, ou se quiser escrever sobre o assunto, deixe-me o seu email no comentário (não será publicado).

  16. Pingback: cinco dias » Confesso que errei

  17. Pingback: cinco dias » Notícias do caso Parque Oculta

  18. A.CARVALHO diz:

    A corrupção anda de mão dada com o Ajuste Directo ! O Código dos Contratos Públicos é a Bíblia !

  19. Pingback: Escrever demais e sobre tudo, pode dar mau resultado | cinco dias

Os comentários estão fechados.