E lá regressou o avião, antes que caísse

Sempre nos poupámos à vergonha de ter o C-130 estatelado no aeroporto de Port-au-Prince, com os haitianos a salvar o nosso pessoal.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

6 Responses to E lá regressou o avião, antes que caísse

  1. Helder diz:

    E acredita que quando as F.A. se prestam a esta vergonha é pq a coisa está mesmo no lodo.

  2. carlos graça diz:

    Esta coisa de um País, que em si mesmo precisa de ser defendido dos males que a si próprio cria e faz, querer salvar ou ajudar em desgraças alheias, pode originar não só este tipo de situações, mas também, e sobretudo, uns sorrisos irónicos…

  3. proponho uma comissão parlamentar para analisar a questão do motor.

  4. nanda diz:

    Masoquismo puro. Isto são imponderáveis do transporte aéreo. Pode acontecer a qualquer avião em qualquer lugar do mundo. Só cá é que é notícia. Quanto mais desprestigiante para o país, melhor, para os profetas da desgraça.

  5. Helder diz:

    Nanda,
    o que fará sentido sentido é dizer que “é normal”, esconder o assunto ou dizer que foi planeado.
    E essa dos profetas da desgraça é o argumento dos parolos que nada querem fazer , a maioria das vezes pq simplesmente não sabem.
    As falhas são para ser assumidas pq só assim podem ser superadas.

    E já agora , minha cara Nanda, se não lhe dá vontade de rir uma viagem de meio mundo , anunciada por um ministro e quejandos em 37 canais durante dois dias e que na volta termina no quiosque da esquina, a Sra. deve ser uma grande bota de elástico.

  6. nanda diz:

    caro Helder,

    Não. Não me dá vontade de rir. Lido todos os dias com aviões e conheço os seus “humores” … dão-me trabalhos redobrados e não sorrisos.

    cpts

Os comentários estão fechados.