O Rodrigues do “socialismo democrático”

“Rodrigues esteve envolvido com um gang internacional na qualidade de advogado, sócio e procurador de uma sociedade offshore registada algures num paraíso fiscal; advogado/sócio de uma mulher [Débora Raposo] que está foragida no estrangeiro, acusada de “ter dado o golpe” de centenas de milhar de contos à agência da CGD de Vila Franca do Campo”.

(através de um post do Daniel Oliveira, que o Jugular não vai saudar)

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

4 Responses to O Rodrigues do “socialismo democrático”

  1. Petunio diz:

    E parece que há mais como de depreende do publicado no blog jornal privado:

    “Estávamos em Novembro de 2003, era Ricardo Rodrigues secretário regional da Agricultura e Pescas do governo de Carlos César, quando rebenta um enorme escândalo de pedofilia nos Açores, conhecido também por «caso garagem do Farfalha». Várias figuras conhecidas da discreta «boa sociedade» de Ponta Delgada vêem o seu nome enredado no escândalo, entre elas um conhecido médico e um procurador-adjunto, convenientemente transferido para o Tribunal de Contas do Funchal – e nunca, ao contrário do primeiro, «incomodado» judicialmente.

    Rodrigues vê, também, o seu nome «enlameado» pelo diz-que-diz insular e, antes que a coisa atinja outras proporções , demite-se do Governo Regional. Porém, apesar do falatório, o agora deputado nunca foi constituído arguido no processo. Mas, azar dos azares, no início de Janeiro de 2004, são conhecidas ligações de Ricardo Rodrigues a um outro escândalo, neste caso financeiro, que envolvia uma burla tendo por alvo a agência da Caixa Geral de Depósitos de Vila Franca do Campo, S. Miguel, a poucos quilómetros de Ponta Delgada.”

  2. João Santos diz:

    http://alertaconstante.blogspot.com/2009/12/ricardo-rodrigues-vice-presidente-da.html

    Vejam esse link, tem uma belíssima reportagem sobre o “Polvo” desde da “garagem do farfalha” aos belos negócios na CGD.

  3. Eu lembro-me muito bem da reacção deste senhor quando a Comissão de Moradores das Amendoeiras foi recebida na Assembleia da República pela comissão à qual o sr. deputado presidia na última legislatura, para denunciar a Fundação D. Pedro IV!!!

    Os gritos e as ameaças quando o senhor se enervou ainda hoje estão registadas não só na minha memória mas também nos registos que gravavam a reunião!

  4. ER diz:

    Precisamos de uma nova revolução mas desta vez sem cravos. E exterminar gente desta. De uma vez por todas.

Os comentários estão fechados.