Não é psicopata e, se o for, não é primeiro ministro

Depois de mais um dia em que Berlusconi foi noticia, a blogosfera nacional divide-se entre violentos (nós) e pacifistas(Arrastão, Insurgente, etc). Os Pacifistas, largamente maioritários, vão dos que apoiam Berlusconi aos que não consideram que a acção directa possa fazer parte da luta de classes.
Ora naquele caso objectivo, parece-me um erro político que beneficia a imagem pública de Berlusconi, mas consigo perceber o estado de espírito italiano contra o seu governo fascista. Numa das frases, no grupo do Facebook de apoio a Massimo Tartaglia, que em poucas horas reúne já dezenas de milhares de pessoas, escreve-se sobre Massimo: “non è psicolabile e se lo è non è primo ministro“.
Recomeçou a campanha eleitoral em Itália.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

18 Responses to Não é psicopata e, se o for, não é primeiro ministro

Os comentários estão fechados.