O que a democracia não resolve tem o povo que resolver!

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

71 Responses to O que a democracia não resolve tem o povo que resolver!

  1. jcd diz:

    Que bom. Deram-lhe porrada. Viva a revolução!

  2. carlos graça diz:

    Era bom que pegasse moda…

  3. Antónimo diz:

    Este gajo até pode merecer, mas aqui não passa de um velho assustado e muito mal-tratado. Como Fidel quando caiu em palco provocando a gargalhada de outros.

  4. Tiago Filipe diz:

    “O que a democracia não resolve, resolve o povo!”

    É mesmo à comuna!

    E já agora, li que tinha sido um indivíduo. Será que ele é o povo!?

  5. Carlos Vidal diz:

    Aliás, neste e em muitos outros casos, até mesmo próximos de nós, o título do post expressa correctamente uma via pertinente (digamos); acrescentaria apenas algo como isto: “o que a democracia não resolve, TEM o povo de resolver”.

  6. chico da tasca diz:

    Carlos Vidal

    só foi pena que em 1975 os comunas se tivessem encolhido, porque então quem resolvia o assunto era o povo. Portanto essa lógica serve para si.

    Aliás o caracter trauliteiro dos comunas está bem expresso no seu historial porco, nos sitios por onde calcou a bota.

    Acho que mereciam bem um par de murros bem dados, numa qualquer das muitas esperas em que são useiros e vezeiros.

  7. Segundo li o agressor foi um doente mental.
    Logo dentro dos silogismos simplistas do 5 dias :
    – o povo é doente mental.
    Haja paciência.

  8. Augusto diz:

    Caro Renato Teixeira , o agressor é um desiquilibrado mental, que esteve internado anos num hospital em Milão.

    Alguem o pode ter levado a fazer este acto tresloucado, quem sabe se alguem próximo do Berlusconi, para ele poder aproveitar a onda de simpatia que este caso pode gerar…..

    E está dado o primeiro passo para eleições antecipadas em Itália…..

  9. xatoo diz:

    aquilo que se está a passar na Europa é deveras preocupante, não só em Itália, como em Copenhaga (prisão preventiva dos manifestantes, só pelo facto de mostrarem indicios de se manifestarem) na Grécia ou no Portugal de Sócrates. Por acaso tive a sorte de assistir à manifestação da esquerda (de maioria extra-parlamentar) em Roma no último sábado que juntou meio milhão de pessoas; e ver a maneira como este Mafioso, com a ajuda de uma encenação usando uma vintena de figurantes da Máfia, conseguiu desviar toda a informação sobre a manifestação das televisões e dos media em geral. Há milhões de pessoas afectadas pelo desmantelamento do Estado social, pela precarização e pelas privatizações dos bens públicos. Chamem-lhe “doente mental” mas Berlusconi apanhou com aquilo que merece. O Hitler também foi alvo de atentados e não creio que isso hoje possa ser considerado como sendo condenável

  10. Renato Teixeira diz:

    JCD, Viva pois.
    Carlos Graça… bem melhor do que a moda dos Vampiros… ou outras que por ai andam… como a moda de não fazer nada ou a moda de estar quieto.
    Antónimo, com uma pequena diferença. Ninguém mandou o Fidel ao chão, caiu sozinho. Já o Berluscas…
    Tiago Filipe, os comunas têm destas coisas. Vibram com pouca coisa. É fruto das condições objectivas. O povo nunca é só um… mesmo quando parece. Não se iluda porque senão vai estar mal preparado… Percebe?
    Carlos Vidal, sugestão aceite.
    Chico da Tasca, uma pena sim senhor… uma pena. Os comunas e os outros. Bem faltou àquele 25 de Novembro umas belas bofetadas. Tenho cá para mim que o seu tom voluntarista não o ia deixar bem de saúde. Ou então não… é daqueles que ladra… ladra… mas na hora de morder manda vir a cavalaria.
    António P, interessa pouco quem foi o agressor e não fosse o enorme respeito que os doentes mentais me merecem (a confirmar-se a sua informação ainda mais respeito tenho agora) diria que poucos em Itália têm mais problemas mentais do que o Berlusconi. Um verdadeiro asno da política e da vida. Na pele de quem o agrediu somos muitos muitos mil!
    Augusto, o Xatoo responde bem às suas preocupações. Para lá disso, um playboy como o Berluscas seria capaz de quase tudo para ganhar umas eleições, mas não se arriscava a ficar com a cara feita no bolo que ficou.

  11. xatoo diz:

    é bom que estes figurões proto-fascistas percebam que não podem andar por aí impunemente pelas ruas…
    os seus acólitos chama-lhe o Duce, ora aí está:

  12. jcd diz:

    “Antónimo, com uma pequena diferença. Ninguém mandou o Fidel ao chão, caiu sozinho. Já o Berluscas…”

    É fácil perceber porquê… Seria fuzilado em três tempos. Já este, vai ser um herói da esquerda caceteira.

  13. Quem já deposita as suas esperanças numa pessoa com distúrbios mentais numa acção que a direita italiana irá (já está) aproveitar ao máximo para salvar o seu líder em queda já está para lá de Bagdad no delírio político.

  14. Carlos Vidal diz:

    Daniel Oliveira é sempre igual ou pior do que DANIEL OLIVEIRA.
    É o mesmo, igual e pior.

    O tipo que agrediu Berlusconi foi logo definido como tendo “distúrbios mentais” – e até pode ser verdade, mas o que é interessante é Daniel Oliveira, sem nada saber do tipo em causa, ter feito disso uma bandeira: acredita em tudo o que lhe servem ao almoço e ao jantar.

    Mas, faltou-lhe, ao D. Oliveira, uma coisa: foi ainda chamar ao “maluco” de Comunista!

  15. Renato Teixeira diz:

    JCD, tratar o Arrastão como legitima esposa e o 5dias como amante não lhe fica bem… ainda assim as queixinhas resultaram. O grande líder já veio dar tau-tau à gente.
    Daniel Oliveira, o meu jubilo é o seu medo como escrevi num comentário do seu post sobre o tema. Espero que publique o plágio.
    Gosta pouco que os dementes tomem em mãos o seu destino (ou pelo menos uma pedrita da calçada). Dá poucos votos, pouca audiência e nenhum poder. Eu cá gosto. Melhor seria que mais demência houvesse neste mundo.
    Mas fique descansado… essa figura está longe de ser a minha esperança. Já o Berluscas a levar na boca… gosto. Admito. Gosto mesmo muito. Coisa de quem levou porrada no G8 de Génova… deve lembrar-se como foi… ou não.
    Sinto que se escreve direito por linhas tortas… tá a ver quão religioso me confesso? Para cá de Bagdad é essa sua costela de esquerda mal-me-quer bem-me-quer que só defende o que é bonito defender em horário nobre e no cartão postal.
    Há gestos que valem por si e aquele senhor levar uma calhoada na boca é justo venha a pedra de onde vier, e ganhe proveito com isso quem ganhar. Acusa a direita italiana de cavalgar sobre a demência… e sua excelência? Não cavalga o acto para se demarcar da esquerda caceteira e dar provas do seu bom nome, decência e elegibilidade… ai perdão, responsabilidade? Um cavalo é um cavalo e cada um monta nele como gosta.

  16. Pois, é Xatoo, eu também acho preocupante que em países como a Grécia um bando de selvagens ande para aí a destruír tudo o que lhe dá na gana; é mesmo por causa de gente dessa que a polícia é necessária. E já agora um rpto-fascista não pode andar na rua porquê? corre o risco de apanhar com uma das trupes que tanto admira, cujos actos são ainda mais fascistas?

  17. Youri Paiva diz:

    Renato,

    Bela música, e belo enfeite no Silvio.

    Abraço!

  18. Carlos, juro que desta vez não estava a falar de si. Estava mesmo a falar do agressor. Que espero que seja mesmo desequilibrado para que a coisa não possa ser eficazmente utilizada por um primeiro-ministro que estava, pelo menos até agora, em coma político. Mas juro que não era sobre si. Nunca me passaria pela cabeça chamar ao Carlos de comunista. Esses, eu sei, terão muitos defeitos, mas geralmente são relativamente organizados nas suas ideias.

  19. Party Program diz:

    É a velha lógica D.O. tudo o que seja acção politica não homologada por ele só fortalece a direita. A acção politica “boa” começa no voto e acaba em frente à televisão na sic noticias. Estaremos todos para lá de Bagdad, o que não importa porque a própria politica também já está para lá de Bagdad. Já o Daniel estará bem perto do céu, não fosse a pristina imaculadez das suas sempre paladinas e puras intenções morais.

  20. manel z diz:

    Se fosse o Obama a levar no focinho era racismo.

  21. Henrique diz:

    Voces são mesmo palhaços….Fosse o Chavez a levar nas trombas, que bem merece, gostava de ver se falavam em democracia ou revoluçoes. E digo eu que nao gosto do Berlusconi, sendo que o vosso ridiculo e tao grande que nao pude deixar de comentar.

    P.S. Já sei que este post não vai ser publicado, mas voces nao deixam de ser uns cretinos…

  22. Tiago Mota Saraiva diz:

    Renato, tenho dúvidas.
    Parece-me certo que não será muito dos princípios políticos de Berlusconi fazer-se estragar as plásticas, mas espanta-me que, no caso de um dos políticos mais medrosos, sempre acompanhado de tanta segurança, alguém se consiga abeirar.
    De qualquer forma repara na rapidez da RAI a fazer o directo e no facto, do próprio voltar atrás e mostrar a cara ensanguentada.
    É melhor não nos esquecermos que o homem vem da televisão e já fez coisas bem piores para se manter no poder.

  23. xatoo diz:

    João Pedro 2:52
    Não sei se alguma vez perceberá que os fascistas não podem ocupar de novo o espaço público sem que sofram consequências. Estamos fartos de salvadores da pátria e da sua corte de caceteiros e de warmongers. Sim! é de Fascismo que falamos quando se menciona o estado de usurpação anti-democrática e de pré guerra civil a que chegou a Itália de Berlusconi (veja o link que deixei antes); e vc, claro, deve-se sentir deveras orgulhoso por ter sido ele que sugeriu o Barroso para exercer o oficio do cão de guarda do Bushismo na Europa
    Na sequência disto, acho que mesmo que o agressor (assumindo a versão oficial do governo it) tenha problemas psiquiátricos, naquele momento teve um feliz lapso de lucidez. E nas quatro horas seguintes uma página do Facebook fundada por alguém em seu nome obteve 33 mil seguidores – pois é, estamos todos a ficar malucos…

  24. Por amor dos nossos filhos! diz:

    Nós, por cá, também temos uma Bela e Boa Língua, para quando uma liga feminina por amor aos nossos filhos? Vamos continuar a permitir que o futuro dos nossos filhos neste país seja de corda ao pescoço?
    Empenharam o futuro dos nossos filhos, obrigando-os a herdar calotes atrás de calotes, para os quais eles não foram vistos nem achados…
    Os do Centrão, legislatura após legislatura, encarregaram-se de se encherem inimputavelmente à custa do Estado de Direito/s, legislado por eles e para eles, não esquecendo os amigos do peito… A Democracia e o Estado de Direito/s é pertença exclusiva de Políticos e amigos!!! Fizeram um “pézito-de-meia” em off-shore para eles e para os filhinhos deles. Para o resto da população, não se avista a Democracia, é a Ditadura do desemprego galopante e do trabalho precário… O futuro dos jovens que por cá ficam/ficarem é assim:

    http://greenblog.typepad.com/.a/6a00d83452cb0369e20120a5db4f48970c-800wi

    http://www.artofthestate.co.uk/Banksy/banksy_welcome_to_hell_rat.htm

    Levantem o sigilo bancário, não são os jovens endividados até ao tutano, com trabalho precário e a recibos verdes, que temem o levantamento do sigilo bancário, são os políticos e companheiros que o TEMEM. A população que está a ser enterrada viva com as vossas leis de protecção aos Grandes Ladrões, agradece! Senhores políticos e amigos já não há quem vos sustente!!!

    http://farm4.static.flickr.com/3058/2621692052_944183d568.jpg

    Com base na cantiga italiana aqui vai uma estrófe:

    E vocês senhores (políticos)
    Que têm tanto orgulho,
    Reduzam as vossas soberbas
    E abram as vossas carteiras.
    (dos off-shore tragam as verbas
    Acabem com as roubalheiras)

    A letra de “Abbiamo delle belle buone lingue” merece transcrição:

    “Sebben che siamo donne,
    Paura non abbiamo:
    Per amor dei nostri figli,
    Per amor dei nostri figli;

    Sebben che siamo donne,
    Paura non abbiamo,
    Per amor dei nostri figli
    In lega ci mettiamo.

    A oilì oilì oilà e la lega la crescerà
    E noialtri socialisti, e noialtri socialisti
    A oilì oilì olià e la lega la crescerà
    E noialtri socialisti vogliamo la libertà .

    E la libertà non vien
    Perchè non c’è l’unione:
    Crumiri col padrone
    Son tutti da ammazzar.

    A oilì oilì oilà …

    Sebben che siamo donne,
    Paura non abbiamo:
    Abbiamo delle belle buone lingue
    E ben ci difendiamo.

    A oilì oilì…

    E voialtri signoroni
    Che ci avete tanto orgoglio,
    Abbassate la superbia
    E aprite il portafoglio.

    A oilì oilì oilà e la lega la crescerà
    E noialtri socialisti, e noialtri socialisti
    A oilì oilì olià e la lega la crescerà
    E noialtri socialisti i voroma vess pagà .

    A oilì oilì olià …”

  25. Renato Teixeira diz:

    Não resisti a repostar a resposta que tive direito (iuppyyy que cena prestigiante!!!) do Daniel Olivera… Como ele só a deixou no Arrastão aqui a deixo para quem por sectarismo não o visite:
    “Renato, acho excelente esse projecto político: imensos dementes a rebentar a cara a imensas pessoas. Mal posso esperar. É a via tarada para o socialismo. Uma espécie de violência revolucionária alucinada. Parece-me giro. Acho sempre interessantes novos caminhos para a esquerda. E gostei imenso dos seus vídeos. Bué cool, bué à frente, bué xovens, népias burgueses. Bora partir isto tudo. A cara a eles todos. Bora abrir as portas do Miguel Bombarda e fazer de todas as pessoas com problemas psíquicos o nosso novo proletariado. Até porque a própria ideia de problema psíquico é pequeno-burguesa. É rebentar com a fuça deles todos. Porque o que a democracia não faz temos nós de fazer com bastões que lhes ponham a cara num bolo. Nós somos o povo. Eles, os que não vão achar muita graça a ver a malta da rebentar o focinho a não sei quantos gajos, eles, a maioria, são o resto. Sim, tem razão, nada que venha de mim o vai surpreender. Já o Renato, tenho a certeza, vai-me surpreender muitas vezes. Sobretudo a sua argúcia táctica, que nem percebe quando o adversário está a rebentar de alegria com o que lhe aconteceu.”

  26. Renato Teixeira diz:

    Aqui… a devida resposta:
    Daniel Oliveira, insinuar que por apreciar que o Berlusconi leve um maço na boca o meu “projecto político” é ver “imensos dementes a rebentar a cara a imensas pessoas” é absolutamente exorbitante, há-de reconhecê-lo. Apesar disso tem a sua piada a formulação que esboça: “a via tarada para o socialismo”. Tivesse eu tamanha criatividade, teria feito um post com esse nome na sequência dos recentes debates parlamentares. Estes, “com ou sem violência revolucionária alucinada” nunca levaram a que alguém tenha sido atestado (medicamente uma vez que pela Maria José Nogueira Pinto não vale) de imputabilidade. Devo dizer-lhe, retribuindo o elogio, que me parecem giros os novos caminhos do seu socialismo. Não por serem esses os “novos caminhos para a esquerda”, uma vez que são quase mais velhos do que o próprio socialismo, mas são muito cool e modernaços. Um único apontamento… Fica-lhe mal achar e defender que a única entidade que tem o direito exclusivo à palavra “novo caminho” é o seu partido e os seus acólitos. Nos dez anos que levei de Bloco de Esquerda (podia ser pior…) vi muitas reputadas figuras nacionais a fazerem coisas bem fora de moda… (lembra-se das suas ou quer que lhe avive a memória?).
    De facto o vídeo é “bué cool, bué à frente, bué jovem, e népias burgueses”… Desde já o convido a vir ouvir no Coro da Achada no próximo Sábado, onde poderá desfrutar dessa e de outras músicas revolucionárias (ainda as ouve ou estão demasiado fora de moda para alguém tão fashion como o você?). Vai ser um concerto e tanto e garanto que não o receberei à pedrada (viu… continuo a surpreende-lo)…
    A democracia é bem melhor a usar “bastões” e a pôr “a cara num bolo” de todos os que a desafiam para lá dos confortáveis estúdios televisivos ou do hemiciclo parlamentar, do que qualquer outra ideologia ou propaganda. Sei que sabe pouco disso mas acredite. A sua tão querida democracia acha “muita graça a ver a malta rebentar o focinho a não sei quantos gajos”… e sim… são normalmente “a maioria” e não “o resto”.
    Espero não frustrar as suas expectativas Daniel, e assim continuar a “surpreender muitas vezes” o seu tão difícil surpreendimento. De “argúcia táctica”, que “nem percebe quando o adversário está a rebentar de alegria com o que lhe aconteceu” estamos conversados desde que defendeu apoiar o Soares às eleições presidenciais (chegou a defender isso publicamente?) ou defender a aproximação estratégica ao PS (essa sei que já é pública). Um primor.

  27. António diz:

    “Todos os Homens honestos mataram César. A alguns faltou arte, a outros coragem e a outros oportunidade mas a nenhum faltou a vontade”- grande Massimo Tartaglia: Cícero vive em ti.

  28. Renato Teixeira diz:

    João Pedro… Vá lá dar uma espreitadela no que está a acontecer em Copenhaga e deixe-se merdas. Se aquilo é democracia já se vê o democrata que o senhor é.
    Youri, a música claro… é belíssima. O enfeite no Berluscas uma bênção. Pobre da prostituta e da cocaína que o teve que mimar ontem…
    Party Program… sabe sempre bem malhar no Daniel Oliveira… com palavras claro está… com palavras. Esta porra da esquerda mal-me-quer não nos deixar nem meio-dia de gáudio é insuportável. Chiça!
    Manel Z… Estaria igualmente efervescente se o Obama tivesse levado uma sapatada no discurso do Nobel ou em Copenhaga. Para mim, e ao contrário do Vinícius de Moraes é o preto mais branco do mundo.
    Henrique, cá está o seu comentário. Sem qualquer censura ainda que insulte os palhaços e acrescente muito pouco à conversa em curso…
    Tiago Mota Saraiva, sei bem das argúcias do Berlusconi mas acho muito rebuscada a tese da encenação política. Esta moda de tudo o que sai dos parâmetros da normalização da política ser esquizofrenizado ou tido como contra-producente não é nada divertido. Como disse ao Daniel Oliveira, aquele maço no Berlusconi é bem-vindo venha ele de onde vier. No limite, mesmo que tenha vindo dele próprio, parece-me uma óptima noticia que estes lambões da política tenham que se auto-mutilar para continuar no poleiro. Se assim for que lá fique muitos e bons anos!
    Xatoo… estou a ficar um adepto incondicional dos seus comentários. O último fez com que abrisse de imediato o Facebook.
    Por amor dos nossos filhos… Obrigado pelas imagens… boas e pela tradução, melhor ainda.

  29. Carlos Vidal diz:

    Com Daniel Oliveira não há palavras para tanta perspicácia, talento táctico, amor à esquerda, à transformação social educada e ordeira no quadro do estado de direito (do voto e da livre escolha). Depois de Foucault-Deleuze-Guattari (uau!!, as coisas que vamos aprendendo), parece que para os adeptos do Estado de Direito (uma expressão estúpida para estúpidos, ou pior do que isso), o louco continua sem ter acesso à expressão política e a participar nas vésperas de qq coisa que até pode ser o caos ou a revolução. Eu, por mim, gostaria de integrar o louco na revolução.
    O meu apreço por estes actos de “dementes” (mas dementes lógicos, pá) aproxima-me de uma circulação fluxista e energética proto-fascista (como aqui alguém debitou sobre um dos meus textinhos) que muito me agrada. É pois nessa ligação entre proto-fascismo e comunismo que eu trabalho. Agora vejo que o sr, jornalista do Expresso (uau!), Daniel Oliveira está definitivamente domesticado e bem domesticado – pela legalidade democrática, pela livre iniciativa e pelo (lá voltamos à mesma merda) Estado de Direito (ufa). Que prosa pomposa e que coisa digna. Que elevação humana e respeitadora dos outros!!
    Você é um personagem daquele livrinho de Peter Sloterdijk (um proto-fascista genial) que nos fala do humanismo e do Estado de Direito como formas de amansamento da espécie humana. Mas, o pior é que o Daniel Oliveira já está de antemão amansado, anestesiado na não-violência do novo “parque humano” da harmonia “democrática”. Confuso, senhor?? Então, eu explico outra vez: não confio no amansamento da espécie, não o pretendo (abomino o humanismo) – aqui sou proto-fascista (e convicto seguidor das perversões bataillianas); mas gostaria que elas fossem aplicadas, bem aplicadas, servindo a revolução socialista (não democrática, obviamente, e não pacífica – porque isso não faz sentido nenhum, só na cabeça domesticadinha de DO). Percebeu? portanto, proto-fascista e comunista, aspiro à ponte possível entre estes dois campos na produção de uma violência direccionada ao abate da mediocridade. Percebeu?? Do que não gosto mesmo é da “legalidade democrática”. Oh, isso não, nunca.
    Passe bem e apareça de vez em quando. É sempre um prazer ver e ler um “cidadão”.
    Carlos Vidal

  30. chico da tasca diz:

    “Chico da Tasca, uma pena sim senhor… uma pena. Os comunas e os outros. Bem faltou àquele 25 de Novembro umas belas bofetadas. Tenho cá para mim que o seu tom voluntarista não o ia deixar bem de saúde.”

    Renato Teixeira

    quem se encolheu e se meteu no buraco em 75 foram os comunas, para sorte deles e infelicidade do país. Eu era novito na altura, mas já lidava bem com essa gente no liceu em que andava e onde eles procuravam enfiar bufos ou komissários ao serviço do Komité Central.

    Sabe, a comunalhada é escória a maior parte dela, são grunhos e jagunços usados pelo Komité Central para intimidar nas manifs e nas esperas, mas são assim porque andam em matilha, um a um são uns pobres coitados usados e abusados pelo Komité.

  31. António Cunha diz:

    Assim se vê os labregos do pc !!!

  32. Pingback: O culto da barbárie (3) « O Insurgente

  33. Pingback: Arrastão: Transbordar as margens

  34. Filipe diz:

    Para quem parece ter um histórico de distúrbios mentais, o senhor Massimo Tartaglia parece-me (a mim que não percebo nada disto) “um cidadão” muito mais consciente do que certos bloggers, “opinion-makers” e sociais democratas que eu conheço!

  35. Fogo diz:

    Esse xico da tasca é mesmo um psicopata.Da-se!O homem grunhe,não pensa.Obrigado,por ter dado a mão aos varas de porcos,ferreiras dos amarais,isaltinos,encarnações valentes militantes anti-comunistas.Só prova q o sr. faz parte do bando de ladrões,quer coma,quer não coma(ainda por cima és parvo!).

  36. ze diz:

    eh pá, que arruaceiros

  37. anon diz:

    O governo italiano prepara-se para atacar o Indymedia e outros sites devido à exaltação do acto de ontem por parte dos users:

    Il governo è all’attacco dei siti internet che in queste ore stanno esaltando il gesto violento e sconsiderato di un uomo psichicamente labile, contro il presidente del Consiglio, Silvio Berlusconi. Il ministro del Pdl per le politiche comunitarie, Andrea Ronchi, ha chiesto l’oscuramento dei siti web e dei social network “in cui si inneggia alla vigliacca aggressione subita dal presidente Silvio Berlusconi. E’ scandaloso e moralmente inaccettabile – ha detto – ciò che stiamo leggendo in queste ore: si tratta di espressioni vergognose. E’ ora di dire basta ai seminatori d’odio e a chi vuole instaurare in Italia un clima da guerra civile”.

    napoli.indymedia.org/node/11211

  38. FGCosta diz:

    O Carlos Vidal identifica-se com o doente mental. Nada de novo, portanto. Apenas a confissão

  39. António Cunha diz:

    Ah grandeas Polacos

    “Poland clamps down on communist symbols

    By MONIKA SCISLOWSKA (AP) – Nov 27, 2009

    WARSAW, Poland — Poland’s president has approved legislation that allows for people to be fined or even imprisoned for possessing or buying communist symbols, two decades after communist rule ended.

    The new law says that people who posses, purchase or spread items or recordings containing communist symbols could be fined or be imprisoned for up two years.”

  40. PP diz:

    “O que a democracia não resolve tem o povo que resolver!”

    RT, isso é uma citação de algum comício dos “camisas castanhas” ou era o lema deles?

  41. JMJ diz:

    Cada vez gosto mais do “demente”.

    Primeiro foi o sangue de Berlusconi.

    Depois a vertigem voraz e “demente” do anti-comunismo primário à solta neste Blog…

    Gosto disto!

    Haja coragem para se ser o que se é. Nem que se seja um pobre demente que não gostava dos canais do silvio…

  42. Nuno Castro diz:

    Quero lá saber se o post do Renato é oportuno ou não para a direita italiana. O Berlusconi apanhou nas trombas e eu fico contente com isso. Não tem metafísica. Fico contente, apenas isso. E se apanhasse mais, ainda mais contente ficava.

    É tão fácil ser da esquerda limpa, correctinha e pouco incómoda…

  43. Ricardo diz:

    Os comunistas são realmente autênticos assassinos da Democracia. Prova-o a história e lembra-o constantemente intervenções como esta.

    Felizmente o povo sabe-o. E tem-se fartado de o demonstrar democraticamente.

  44. Pingback: Pacifismo e não-violênca. « vida breve

  45. enojado diz:

    que nojo de post, ó renato.

  46. Antonio Cunha diz:

    Nuno Castro

    Pode ser que o próximo sejas tu. Também irei ficar contente.

  47. Nuno Castro diz:

    António Cunha: não tenho objecções. Ao teu contentamento, bem entendido. A apanhar já me oponho.

  48. jcd diz:

    Este post é um belo ‘demo’ do que a esquerda pode ser. Já o usei para explicar aos meus filhos como é que eles nunca devem ser.

  49. Pingback: cinco dias » Renato Teixeira e Daniel Oliveira

  50. helena teixeira diz:

    Acabaram? Estava a gostar. Tudo ao sopapo! Fachos, comunas, esquerda e direita em crises de ascensão, a lembrar velhas tertulias…
    Quero lá saber se o murro foi encomendado, forjado ou acto tresloucado!!! mas que foi bem dado, isso foi. E bem merecido, também. Peca por tardio. Gostava de ter sido eu a dar-lho!

Os comentários estão fechados.