A Arte da Escuta, por Sun Tzu

Se tiveres o telefone sob escuta liga a Sócrates que ele manda apagar tudo.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

7 respostas a A Arte da Escuta, por Sun Tzu

  1. Tiago Mota Saraiva diz:

    Falo do grego, claro!

  2. Uma conversa entre Sócrates e Berlusconi, por exemplo ao telemóvel, seria certamente interessante de ser escutada. Se não do ponto de vista policial, pelo menos na óptica da Psicologia, do Direito e da Ciência Política: narcisismo, leis feitas por medida… Um maná!

  3. carlos graça diz:

    são escutas senhor, são as escutas…

  4. ALEX. diz:

    Sócrates o antigo,Berlusconi o ultramodernissimo.É tudo uma questão de aparelho.Por onde o fio entra sai,volta a entrar e a sair.Tudo é fio e envolvimento.Linguagem:nada.

  5. ALEX. diz:

    Ninguém veio aqui no entretanto.Fiz Karaté ainda durante uns anos.Em relação ao meu comentário anterior,sugestionado pelo nome oriental do Senhor,lembro-me que é imperativo evitar a guerra,depois cuidá-la com arte e máximo afinco.Na etapa seguinte o decisivo,o importante é a honra muito mais que o resultado.Pensando nalgumas pessoas e…na guerra a gente pensa por que buracos é que lhes entrava o quê.O Tampão da honra?

  6. Ironia diz:

    Neste feudo o que importa é parecer.
    Ser? Não conta para nada!

    O menino d’ouro se parece, é.
    Faz um brilharete, e tudo o que luz é ouro.

    Mesmo assim, prefiro a Mrs Bucket do “Keeping Up Appearances”.

    O povo vota nele, vive na miséria, podem não ter dinheiro para a água ou a luz, mas chega o dia da bola e vai tudo para os estádios gritar: Vivó Porto, Viva o Benfica, Vivó Sporting.

    Ora este feudo, acaba por ter o que merece!!!
    E os que não estão que se mudem (o que é o meu caso…) Pim!

  7. Ironia diz:

    #E os que não estão bem…

    A nota preta p’ra ir à bola, não falta!!!
    O tintol também não! Sopinhas de cavalo cansado…
    Quem vai para off-shore, sou eu.

Os comentários estão fechados.