Arquivos Mensais: Novembro 2009

Não ao “ateísmo seco” (II)

ANDRES SERRANO. Piss Christ. 1987.   ANDRES SERRANO. The Interpretation of Dreams. 2000. ANDRES SERRANO. The Morgue. 1992. É verdade, lembrei-me hoje de Andres Serrano, um fotógrafo já um pouco esquecido, se considerarmos as mais significativas mostras colectivas do momento (de … Continuar a ler

_Publicado em cinco dias \ 16 comentários

Deixa a chuva cair

Sentado no sofá, com uma almofadinha de cor indefinível a aconchegar-me as costas, penso no problema da falta de vitalidade da vida contemporânea. Estou pronto para uma mudança radical. Qual é a tecla do telecomando? São possíveis filhos adoptivos da … Continuar a ler

_Publicado em cinco dias \ 11 comentários

A aberração urbana como ideal de inovação

Na Cimeira Ibero-Americana fala-se de conhecimento e inovação e o melhor que as iluminadas cabeças que nos governam foram capazes de arranjar foi a agressão paisagística e aborto urbano que dá pelo nome de Hotel Cascais Miragem para a alojar.

_Publicado em cinco dias \ 7 comentários

Não ao “ateísmo seco”! E um Sim simultâneo ao sagrado e à blasfémia

ANDRES SERRANO. Heaven and Hell. 1984. Não, não intento desenvolver muito este tema do ateísmo, da arte, do misticismo sem religião, do que eu chamo “ateísmo místico” e “ateísmo seco”, do sagrado e da blasfémia, não o intentarei pois isto … Continuar a ler

_Publicado em cinco dias \ 20 comentários

“… como pode um partido comunista (!) votar ao lado da direita conservadora, e neoliberal? A favor de uma medida neoliberal? COmo pode, reparem bem, um partido que acredita na luta da casses, votar contra a opinião de uma central sindical”

O Carlos Santos consegue sempre ver o que ninguém vê. Na proposta de Código contributivo do PS consegue ver um incentivo a contratos de trabalho sem termo e um combate ao trabalho precário, que o próprio governo afirma querer estimular … Continuar a ler

_Publicado em cinco dias \ 8 comentários

A invenção do ónus da inversão

Confesso que gostava de ouvir as escutas realizadas entre Armando Vara e o primeiro ministro. Mais, gostaria de ouvir as conversas entre Sócrates e Lopes da Mota, entre Sócrates e o presidente da CGD, PT, EDP e demais grandes empresas … Continuar a ler

_Publicado em cinco dias \ 6 comentários

Soluções na ponta da língua – achega

Uma achega que talvez possa ajudar a responder à questão do Ricardo: Na Rua Henriques Nogueira, em regime de excepção, é permitido aos Mercedes dos funcionários do Ministério da Administração Interna estacionar em cima dos passeios, ocupando-os na totalidade. O … Continuar a ler

_Publicado em cinco dias \ 2 comentários

Ocupações Selvagens

Trabalhadores assumem controlo da produção, entram em autogestão ilegal. Contra a lei, utilizam as máquinas roubadas aos legítimos proprietários para gerir a empresa alheia em seu benefício. Bloqueiam à força as tentativas dos donos da fábrica de recuperarem o que é seu. … Continuar a ler

_Publicado em cinco dias \ 5 comentários

Uma questão de transportes, 3

Embora haja cerca de 600 milhões de carros e apenas 200 milhões de motas (incluindo scooters e “aceleras”) em uso pelo mundo fora, na China e na Índia existiam em 2002 mais de 70 milhões de motas, contra apenas 15 … Continuar a ler

_Publicado em cinco dias \ 1 comentário

“Cada amigo nosso vale mais que um pai natal”

Há alguns dias que andava para escrever sobre o José Carlos Ary dos Santos e a sua imensa importância na arte da escrita cantada de expressão portuguesa. Decidi destacar os “Operários do Natal” (com textos partilhados entre o Ary e … Continuar a ler

_Publicado em cinco dias \ 9 comentários

#

_Publicado em cinco dias \ 10 comentários

Aparelho de Estado

A partir de hoje infiltrei-me no Aparelho de Estado.

_Publicado em cinco dias \ Comentários desligados

Soluções na ponta da língua

O 5 dias junta-se ao combate nacional em torno da competitividade e da qualificação, colocando aos seus leitores um problema matemático complexo. Um carro desce a avenida da liberdade a 98km hora em direcção aos Restauradores, com destino ao Terreiro … Continuar a ler

_Publicado em cinco dias \ 10 comentários

A Cultura vibrante lisboeta, segundo o governo e António Costa (parabéns!)

(aqui)

_Publicado em cinco dias \ 9 comentários

Sou um criacionista, um ateu místico…

… por isso, se eu tivesse de escolher o disco do ano para tal vos apresentar e recomendar eu optaria por isto: — Die Schöpfung / A Criação de Haydn; por René Jacobs (o dirigente óbvio e, pela minha parte, … Continuar a ler

_Publicado em cinco dias \ 16 comentários

Continuando comemorando o glorioso 25 de Novembro! (e louvando Jaime Neves)

“Jaime Neves terá passado parte da noite e madrugada de 25 de Abril num peculiar ‘Posto de Comando’, o dancing club Maxime, em Lisboa, apesar das missões que lhe tinham sido confiadas”. [Capitão de Abril e de Novembro, Sousa e … Continuar a ler

_Publicado em cinco dias \ 9 comentários