Dalila Rodrigues abruptamente afastada do novo museu de Paula Rego

Já tive a oportunidade de trabalhar com a Dalila Rodrigues. A agitação, a energia e a paixão que coloca no seu trabalho são exemplares, destacando-se da mole cinzenta que paira sobre a museologia nacional. Há quase três anos foi afastada de uma forma, no mínimo, polémica do Museu Nacional de Arte Antiga (aqui descrita pelo Alexandre Pomar) e agora, a ser verdadeira a notícia do Público, também terá sido afastada do Museu Paula Rego.
Disse-me uma vez que não concebia um Museu de Arte Antiga sem a arte contemporânea para nos ajudar a interpretar o que se fazia. Sabendo o que são os milhares de administradores das centenas de Conselhos de Administração que pairam por este país, esta notícia, não me espanta.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

Uma resposta a Dalila Rodrigues abruptamente afastada do novo museu de Paula Rego

  1. j ferro diz:

    Coitada. Abruptamente! Coitada! Abruptamente! Coitada!! Abruptamente?? Coitada!!! Que desgraça para o país!! Coitada!! Tão jovem e já duas vezes abruptamente! Nem a gripe A é tão abrupta! Abruptamente!! Ó pá, coitada!!!

Os comentários estão fechados.