Agora a sério e sempre com espírito dialogante pa vocês, sempre sempre muito dialogante

Gostaram também?
Querem Mais?

É que há mais hipóteses para clips: “esquerda moderna”, progresso, bota-pracimismo (ou bota-abaixismo), maledicência, modernidade, avançar………….

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

16 respostas a Agora a sério e sempre com espírito dialogante pa vocês, sempre sempre muito dialogante

  1. Iron diz:

    Vai uma aposta?
    Aposto que o nível e qualidade da Spears, não chega nem aos seus calcanhares.
    Uma mera aprendiz, comparando com o grande mestre CV.

    Por mim, prefiro a Nathalie Cardone (que também não chega aos seus calcanhares… nem de perto, nem de longe…).
    Hasta Siempre Comandante y Camarada, Avante!

  2. Pingback: Agora a sério e sempre com espírito dialogante pa vocês, sempre sempre muito dialogante :: w a z z u p

  3. jesus diz:

    A mim,dá-me tusa.tusa louca de a comer em cima da mesa de jantar/almoçar……..m’enfin!

  4. ai jasuse uma obra prima do som e da image em movimento, para além da narratologia dizem as amigas aí do lado poder eventualmente representar algum do sexo na casa branca, ou seja: a fixação oral. Quanto á filosofia configura a atitude da anal ítica da linguage do tractatus logico-philosoficus em moulinex, adiante antes que apareçam os interpretantes do neo positiveirismo á la Anscombe.

  5. e não esquecer o radioso amanhã em filosofia e etc e tal, quem é aquela mulher? tenho estudado, presentemente estou no Comte, estou quase a chegar ao alain mas kardec.

  6. ezequiel diz:

    não, não gostei sr prof.

    a gaja é plástico!!

    sinceramente, esperava mais de si.

    quer ver uma mulher verdadeiramente bela?

    ici:

    http://www.youtube.com/watch?v=4vcT4r7Tljk

    vraiment belle!!

  7. quem é aquela mulher? A do cabelo amarelo é a Menina Botãozinho de Rosa.

  8. Carlos Vidal diz:

    Caríssimo ezequiel, esta que eu escolhi é genuinamente rasca, e isto de ser genuíno tem que se lhe diga.

    Ainda pensei em trocá-la, veja bem, por uma tão ou mais interessante, mas não pude “embeber” um bom clip da senhora: falo da Paulina Rubio, uma “entidade” do outro mundo.

    Claro, sempre em concordância com o “espírito de diálogo” que o poder português agora “descobriu”……..

  9. ezequiel diz:

    sim, Anne Parillaud é genuinamente bela
    A Britney é genuinamente plástico

    o que quer que lhe diga, sr. prof??
    não me peça para elaborar.
    não vai sair daqui um ensaio (escrito por si)

    cintilas de platão, via leo strauss 🙂
    é assim e é assim mesmo! eh ehe he 🙂

    Boa noite, Sr. Prof.

  10. a suave consciência da força que tem, sofre-se muito, eterniza-a. Quem é aquela mulher?
    continuo na dúvida.

  11. antónio diz:

    Espantoso, essa gaja ainda existe… isso é um milagre.

    🙂

    Acho que me vou converter a uma religião qualquer.

  12. Iron diz:

    http://www.dailymotion.com/video/x35l27_au-clair-de-la-lune-mon-ami-pierrot_blog

    I don’t wanna grow up!
    http://www.youtube.com/watch?v=6XJZM0k7Q-Q&feature=related

    When Im lyin in my bed at night
    I dont wanna grow up
    Nothin ever seems to turn out right
    I dont wanna grow up
    How do you move in a world of fog
    Thats always changing things
    Makes me wish that I could be a dog
    When I see the price that you pay
    I dont wanna grow up
    I dont ever wanna be that way
    I dont wanna grow up

    Seems like folks turn into things
    That theyd never want
    The only thing to live for
    Is today…
    Im gonna put a hole in my tv set
    I dont wanna grow up
    Open up the medicine chest
    And I dont wanna grow up
    I dont wanna have to shout it out
    I dont want my hair to fall out
    I dont wanna be filled with doubt
    I dont wanna be a good boy scout
    I dont wanna have to learn to count
    I dont wanna have the biggest amount
    I dont wanna grow up

    Well when I see some people fight
    I dont wanna grow up
    They all go out and drinking all night
    And I dont wanna grow up
    Id rather stay here in my room
    Nothin out there but sad and gloom
    I dont wanna live in a big old tomb
    On grand street

    When I see the 5 oclock news
    I dont wanna grow up
    Comb their hair and shine their shoes
    I dont wanna grow up
    Stay around in my old hometown
    I dont wanna put no money down
    I dont wanna get me a big old loan
    Work them fingers to the bone
    I dont wanna float a broom
    Fall in love and get married then boom
    How the hell did I get here so soon
    I dont wanna grow up

    (Eu que sou de ferro digo: I wanna be sedated!)

  13. retrato ( Paulina Rubio ) convencional da concupiscência adequirida após desobediência, via Santo Agostinho e Milton, não?
    Por cá, sempre garantido via judia e germanística em união da alma com os sentidos, não esquecer dilucidar as hostes “de que” o conceptual não é arte, tá?

  14. Iron diz:

    O que é a Arte???
    Há alguma definição de Arte “tipo Maria de Lurdes Modesto/Rodrigues” ou tipo Grande Almajecta…???

    Para mim, Arte é o que eu subjectivamente considere Arte, independentemente dos grandes críticos e teóricos, e da arrogância megalómana de alguns eruditos, ou pseudo-eruditos…
    Arte pode ser um bailado, um poema, uma música, uma peça de teatro, uma obra plástica. uma forma criativa de apresentar um conceito ( porque não??)…

    Um humilde jardineiro, um pescador, um pedreiro pode ser mais sensível à Arte do que muitos engenheiros, mestres e doutores…

    Nem tudo o que existe nos Grandes Museus é Arte – para mim – e ainda bem!

    (Eu sei, mal-empregadas as minhas palavras… ando a gastar o meu fraco latim)

  15. vai longo o diálogo e assim será na próxima legislatura em companhia dos nossos artifexes supremos do artificial. Cá estaremos para rezar, seduzir e criticar em rigorosa exegética.

  16. Jello com 204 de 230 é hiper revisionismo, não? Ha! uma garantia de segurança e funcionalidade para abertura e dialogo comunicativo. O que eu quero é comunicar como a Molly Bloom, comunicar sempre mais e muito, vai apanhar fresco tá.

Os comentários estão fechados.