Augúrios só no fim do jogo

A ligeireza com que os jornais desportivos brincam com o destino da Selecção é preocupante: fui só eu a reparar na ambivalência deste “jeu de mots” e a temer que a previsão horoscópica da manchete, a confirmar-se, anime a malta errada? Por outras palavras, conseguirão os nossos, na recta final desta campanha indigente, fazer o impossível? Vou ver o que dizem as folhas de chá.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

2 respostas a Augúrios só no fim do jogo

  1. antónio diz:

    Sim, Morgada de V., em jeu de mots foste só tu a ‘reparar na ambivalência’, confirmando-se que as outras possidónias estão todas contigo, à beira, ao lado, e atrás.

    Usa chá vermelho, daquele do Yunan que vem em burros cá para baixo e custa uma fortuna, talvez te inspire.

    Na recta final, há-de sempre haver um indigente por outro que te peça a impossibilidade: “Madame, dá-me 1 eurito para eu tomar um chá ?”

    Boa noite, bons sonhos, respira devagarinho, senão ainda cais p’ro lado.

    🙂

  2. antónio, não sei que chá anda a fumar, mas deve ser coisa boa. Bom domingo.

Os comentários estão fechados.