Assumir que se vota na direita para não ser assim tão de direita – coisas que podem acontecer ao partido socialista

À esquerda do PS tem-se acusado o PS de fazer o jogo da direita porque o PS votou num homem da direita para liderar a comissão europeia, ao que o PS responde que não votou em Durão Barroso por ele ser de direita mas porque ele é português. A emenda do PS é pior do que o soneto que lhe é imputado. Em Portugal, ele há coisas que só parecem acontecer ao PS: chegar a um tal ponto de indiferença político-ideológica que a única coisa minimamente decente que poderá alegar em sua defesa será o facto de ter votado num tipo de direita porque ele é de direita e não porque ele é português. No meio de tudo isto, o que me surpreende é o silêncio (que eu tenha reparado, é certo) daqueles independentes que não têm hesitado em gritar salazarismo sempre que se deparam com Manuela Ferreira Leite. Talvez devessem começar a perguntar se é impunemente que discursam com a bandeira nacional a ondular as suas palavras.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

4 respostas a Assumir que se vota na direita para não ser assim tão de direita – coisas que podem acontecer ao partido socialista

  1. viana diz:

    “(…)que discursam com a bandeira nacional a ondular as suas palavras.”

    Não me diga que são os mesmos que “ficaram” (será?… são todos tão plásticos…) escandalizadíssimos com o anti-espanholismo de MFL?!… E eu que achava, na minha ingenuidade, que o mais importante na política, e até no resto, é a coerência. Parece que não partilham desta opinião na “esquerda moderna”…. o que já seria de esperar, dado que a indefinição ideológica anda de braço dado com a incoerência.

  2. Francisco diz:

    à pois é, e já agora só uma dica acerca do TGV, de facto, o projecto que existe é o que mais jeito dá a espanha e argumentar que o devemos fazer pq se não os espanhois se zangam é de bradar aos céus… A verdade é q, de facto, há muitos “condes de andeiro” a passear por aqui e a MFL tb é uma delas… Bem, mas isso dava uma ganda conversa… se quiserem perceber melhor a questão do TGV vejam isto:

    http://mundoemguerra.blogspot.com/2009/06/o-tgv-e-os-caminhos-de-ferro-em.html

    No meio desta discussão (q já passou) o Jerónimo foi o q teve melhor…

  3. Francisco diz:

    à pois é…
    aliás toda a discussão do TGV e dos espanhóis irritou-me, no meio da confusão o Jerónimo foi o mais lúcido. È que, de facto, “condes de andeiro” n faltam por aí (e a MFL é um deles) e q este traçado de TGV é o que melhor serve os interesses espanhóis é um facto.
    Agora mais do q ser fruto de uma imposição de “nuestros hermanos” isso deve-se à total indigência mental dos nossos dirigentes e elites q só se interessam por esquemas para se enriquecerem a eles e aos amigos… Basicamente.

    Mas se querem saber mais acerca disso, recomendo estas leituras:

    http://mundoemguerra.blogspot.com/2009/06/o-tgv-e-os-caminhos-de-ferro-em.html

Os comentários estão fechados.