O segundo homem mais rico do mundo em 2009, de acordo com a Forbes, desmente João Galamba e os “socialistas” que aplaudem o fim da luta de classes

Warren Edward Buffet, ao New York Times em 2006:

“There’s class warfare, all right,” Mr. Buffett said, “but it’s my class, the rich class, that’s making war, and we’re winning.”

(bem lembrado pelo nosso comentador Manuel Resende)

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

6 respostas a O segundo homem mais rico do mundo em 2009, de acordo com a Forbes, desmente João Galamba e os “socialistas” que aplaudem o fim da luta de classes

  1. toni diz:

    O senhor Buffet deve estar a ficar senil. De certeza que não lê o João Galamba. Senão, teria uma outra mundivisão e perceberia o que é que é moderno e democrático. Assim, como não lê o famosíssimo, incontornável e indiscutível ideólogo do neoliberalismo pseudosocialista, mantém-se preso a essas concepções passadistas e retrógradas como a “luta (ou guerra) de classes”. São coisas de quem não acompanha o desenrolar dos tempos.

  2. MS diz:

    Creio que João Galamba responderia o mesmo que Marx (Groucho): “É preciso ter mesmo muito dinheiro, para sobreviver com essa sua cabeça.” 🙂

  3. Chico da Ribeira diz:

    Ernest Heminguwy suicidouse,depois d’ele outros grandes escritores ,ou,desaparecêram ou então seguiram o mesmo caminho restou ou,os bons que tivêram que viver na obscuridade como Noam Chomsky,não posso nomear todos por causa que a maior parte êram inclinados á esquerda e posso ter um dust bowl das autoridades ,creio que os stats não terão um novo Mc Cartysme mas quanto admirádo ficaria Voltaire com as conneries que eles dizem,Buffett ê um grande amigo do Bill Gates que não escondeu que não tinha diploma d’Universidade,não este quando abre a monstruosa da sua boca è justo para meter medo aos traders PS não vejo Charlie Chaplin a lhe serrar a mão.The Globalization of Poverty New Worder By Michel Chossudovky seria um 1984 ou então o chaos.Tudo è possivel o bater das azas d’uma borboleta na Amasónia provocar um ciclone em França os phisicos podem responder a èssa pergunta

  4. Pingback: cinco dias » Uma resposta adiada

  5. Pingback: cinco dias » A miséria da filosofia (trechos inéditos)

  6. Pingback: cinco dias » A miséria da filosofia (trechos inéditos)

Os comentários estão fechados.