Abandonemos a luta de classes e aguardemos que a ala esquerda do PS nos dê uma esmola

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

8 respostas a Abandonemos a luta de classes e aguardemos que a ala esquerda do PS nos dê uma esmola

  1. luis t. diz:

    Essa frase é lapidar!

  2. chico da tasca diz:

    Tiago, você é um manancial.

    Explique lá quais são as classes que existem agora.

    Quando eu andei na escola eram o clero, a nobreza e o povo.

    Agora, não faço a minima ideia de que raio de classes está a falar.

    Vou-lhe dar um exemplo :

    Eu tenho dois amigos de infância, oriundos da mesma rua e do mesmo prédio, cada um com percursos de vida opostos.

    Um deles, resolveu ficar-se pelo antigo 2º ano (hoje 6º), arranjou emprego numa fábrica de cablagens e decidiu começar cedo a ganhar dinheiro. Levou uma vida simples, com um ordenado baixo, até que, há dois anos, a empresa faliu. Hoje, está quase na casa dos 50 anos, com o tal 6º ano de escolaridade, sem qualquer curso de formação profissional, e um curriculo profissional que se resume a muitos anos a operar uma máquina.

    O outro, decidiu continuar a estudar, decidiu enveredar pela Informática, cedo começou a ganhar uns patacos a montar pcs, e a fazer programas, até que tirou um Curso de Engenharia Informática, no Monte de Caparica. Montou uma empresa com 2 colegas de curso, e hoje tem software dele em vários países do mundo. Tem uma vida excelente, com uma casa no Algarve e outra no Brasil.

    Eu, em termos de percurso de vida, estou a meio caminho entre ambos.

    Agora, diga-me, em que classe social é que cada um de nós os três encaixa ?

    Dito de outra maneira, o insucesso do 1º é culpa do sucesso do 2º ?

  3. Tiago Mota Saraiva diz:

    chico da tasca, rico prédio.
    Para conseguir responder gostaria que me esclarecesse os motivos pelos quais o seu 1º amigo não integra o programa novas oportunidades e se tem direito a subsídio de emprego ou sempre viveu a recibos verdes, e se o 2º amigo tem algum off-shore?

  4. chico da tasca diz:

    Sabe, o 1º anda a pensar votar no PCP para ver se este lhe dá a reforma cedo.

    O 2º quando começou e se esforçou não tinha nenhum offshore, de facto vivia de biscates na área da informática, no inicio e meados dos anos 80, biscates esses que o ensinaram muito. Agora, se não tem o dele, ganho à sua custa, num offshore, é burro, coisa que de facto ele não é, pelo que deve ter mesmo algum para aí num offshore. E só espero que ele o goze.

    Eu queria era que você me esclarecesse qual o papel das classes sociais, nesta pequena história.

    E se por Luta de Classes quer significar que se vá roubar ao 2º para dar ao 1º, uma vez que cada um deles está deitado na cama que fez há anos atrás.

    Era só isto que queria saber.

  5. Chico da Ribeira diz:

    A menina que está a pedir esmòla è uma imagem que não deveriamos ver num pais como o nósso onde è suposto que a igreja ajude os nessicitados;a pessoa idosa no chão a mendigar queiramos
    ou não è uma imagem que psicológicamente vai nos seguir tôda a nossa vida durante.O Governo podia bem criar um grupo de pessoas para ajudar o que verdeidarament necissitam,o que póde estár por detrás estes dramas.Mère Tereza de Calcuta disse ao pápa eu não acredito no teu deus…melhor próva não podemos a ter

  6. Tiago Mota Saraiva diz:

    chico nem mais!
    O segundo vota PS para ver se consegue aguentar a sua ascensão social sabe-se lá como, à custa de quem e porquê.
    O primeiro vota PCP porque percebe que é o partido político que melhor o poderá defender, depois de 50 anos de trabalho.
    Nem mais, tanto um como o outro, perante o voto, fazem uma opção de classe.
    Parabéns, você desta vez chegou lá.

  7. chico da tasca diz:

    “O segundo vota PS para ver se consegue aguentar a sua ascensão social sabe-se lá como, à custa de quem e porquê.”.

    Este parágrafo define-o bem a si, à sua ideologia e ao seu partido.

    O meu 2º amigo não conseguiu subir na vida à custa de ninguém. Foi à custa do seu esforço, do seu trabalho e da sua inteligência, que são caracteristicas que vocês, Comunas, não suportam nas pessoas.

    Vocês detestam gente autónoma e com sucesso, gente que agarra a vida com as mãos e sobe a custo, que não se resignam a serem carneiros de palhaços vigaristas e desonestos como vocês.

    E diga lá ao seu patrão, o Jerónimo, que tenha um pouco de vergonha na cara quando fala de pequenas e médias empresas, e critica os outros a esse respeito, porque a cartilha comunista é contra a iniciativa e a propriedade privada, e ele e você sabem bem disso, anda é a vigarizar as pessoas, os tais com a 4ª classe ou menos.

    Vocês que digam abertamente ao que vêm, não escondam a foice e o martelo com abelhinhas e favos de mel.

  8. viana diz:

    Há sim, oh chico, é tudo à custa de muito esforço? Então não se importaria que acabasse toda e qualquer herança, pois não? Que isto de herdar coisas não em parece que custe muito, e olhe que dá muito jeito para ajudar a constituir um pézinho-de-meia numa offshore. Se não acha, olhe, diga aos seus pais para me transferirem a sua herança, se a considera inútil. Então como é que ficamos? Quem é que defende o esforço, o trabalho, e a inteligência? Quem é que é o palhaço vigarista e desonesto, ou então ignorante, que não sabe que a mobilidade social é irrisória em Portugal. Será porque os que nascem pobres também nascem preguiçosos? Leve a sua idiotice para onde lhe batam palmas.

Os comentários estão fechados.