Ler às mijinhas

 Eduardo Pitta repete o erro de Sócrates. O fim das deduções fiscais na área de educação e saúde e em domínios onde haja provisão pública é uma medida que vem de par com outras medidas propostas pelo BE visando o aumento da provisão pública nas áreas da saúde e educação. Tira-se de um lado, dá-se de outro, robustecendo o Estado e retirando o espaço de manobra do sector privado em áreas essenciais como a saúde e a educação. Discutível? Sim, mas discutamos a coisa por inteiro. E talvez concluamos que a tal da classe média, em matéria de saúde e educação, prefira não pagar o que quer que seja do que pagar e deduzir parte daquilo que paga a privados. Ler programas às mijinhas pode ser menos trabalhoso mas tem a desvantagem de aumentar a inteligibilidade e de não evitar a demagogia. Em relação aos PPR’s, remeto para as posições do Daniel Oliveira.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

8 Responses to Ler às mijinhas

Os comentários estão fechados.