“Um pouco mais de verde e era campo” por Katya Delimbeuf

Estamos nas traseiras da Estrada de Benfica, movimentada artéria da capital. Há de tudo aqui: campos cultivados e semeados com batata, couves, alfaces, coentros, salsa, manjericos, cebolas, favas, nespereiras, ameixeiras – e tudo agricultura biológica.

[artigo completo]
[também publicado aqui]

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

Uma resposta a “Um pouco mais de verde e era campo” por Katya Delimbeuf

  1. rita diz:

    (P.Portas na sic, síntese)

    Mas, e o sushi, onde está o sushi?? – atirou o líder como se esse fosse um desígnio nacional.

    não sei, não sei do seu sushi, dr. Portas? – respondeu o servil funcionário, sem saber muito bem onde colocar as mãos.

    Mau mau, Maria, eu quero o meu sushi…! – repetiu o líder Portas.

    prontos, dr Paulo Portas, vamos já tratar de lhe apresentar um belo sushi, para o qual pode convidar a sua amiga Raquel(a Alexandra do momento) e fazer bom proveito… – disse o funcionário cabisbaixo.

    Nem bom nem mau, eu quero é o meu sushi aqui, já e agora. Que a salada de agriões do jantar ainda dista para lá de meia pastelaria de Cesariny e isso não pode justificar tudo. Eu quero o meu sushi já, bolas! – Líder Portas, franzindo o sobrolho.

    Mas, dr Portas, já lhe disse que o seu sushi está a caminho, o seu e o da sua amiga Raquel…por falar nisso, já lhje mostrou o seu céu lá de casa, fotografado brilhantemente por si, numa noite destas?? Olhe que a Raquel ia gostar. – agora sorrindo, disse o servil.

    Pois, pois, tratamos disso depois… eu agora quero é o meu sushi, bolas!.

    (Raquel intromete-se sorridente mas convicta) – Mas eu nem gosto de sushi!!!

    Não faz mal, o que importa é que se saiba que eu gosto de coisas que nas feiras não sabem o que é… é que o povo da lavoura só respeita quem conhece o que eles não conhecem para que pensem que me podem ensinar alguma coisa do seu mundinho… é a psicologia do povo que eu domino muito bem… mas onde está o meu sushi!!?? Bolas… – disse o dr. com ar entediado.

    Duas horas depois, a Raquel, ainda sem ver o sushi, vira-se parta o lider Portas, aos berros: Mas é um cão falante!!! A fome comanda o mundo!! Quero um sorvete, eu quero um sorvete, please!!

    Chinesice: ou muito me engao ou esta gente não caga há muito tempo!
    Rita

Os comentários estão fechados.