DETERMINAÇÃO: Ameaçar Portugal

Chegamos à última pergunta entre Jerónimo de Sousa e José Sócrates. Judite de Sousa questiona Jerónimo sobre a situação na TVI perguntando se o CA da Prisa não teria sido “mais papista que o Papa”.
Sócrates interrompe, questiona directamente a jornalista sobre os termos da pergunta e responde sem deixar tempo a Jerónimo de Sousa. Demonstra quem manda na RTP.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

6 respostas a DETERMINAÇÃO: Ameaçar Portugal

  1. Pascoal diz:

    Não sei se deste conta que esse debate foi ontem…

  2. Tiago Mota Saraiva diz:

    Sim, e então?

  3. Com tanta martelada
    num passado nebuloso,
    a essência é desfilada
    no presente escandaloso.

    O facto é escandaloso
    e de todo inaceitável,
    neste regime rameloso
    de odor insuportável.

    O lado lunático
    de falsa candura,
    um político fanático
    da imunda urdidura.

  4. chico da tasca diz:

    Quer dizer que o Sócrates, por estar na RTP com uma jornalista de um lado dele e um Jerónimo do outro, tem de baixar as orelhas a todo o desaforo ? Isso significa que ele manda na RTP ?

  5. LAM diz:

    As regras, como digo num comentário sobre um post abaixo de Francisco santos, foram violadas.
    Por sorteio é ditado o 1º interveniente e o último. Calhou a abrir José Sócrates, logo a intervenção final seria de Jerónimo de Sousa. As regras foram estabelecidas de início. Por um expediente de José Sócrates foi coartada a intervenção final a Jerónimo de Sousa com a complacência da moderadora de serviço.
    Objectivamente a moderadora Judite de Sousa respeitou o patrão. O resto é conversa.

    (era impensável o inverso: por exemplo o debate acabar com uma intervenção à margem das regras de Jerónimo de Sousa, aí ninguém duvide que Judite de Sousa interviria).

  6. José Manuel diz:

    O Jerónimo foi muito brando no debate.

Os comentários estão fechados.