Festa do Avante

A cidade construída por comunistas para durar três dias de festa, política, solidariedade, cultura e camaradagem. Todos estão convidados porque, na Festa do Avante, ninguém sente que fica de fora.

(Ando à procura de um texto sobre a construção da Festa do Miguel Portas, publicado na “Já” há alguns anos. Na internet não o encontro. Nuno, talvez possas dar uma ajuda)

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

28 respostas a Festa do Avante

  1. reconheço que ali ninguém sente que fica de fora, nem as FARC.

  2. Corvo diz:

    E porque não textos sobre a festa do Avante da Zita Seabra, do Pina Moura do José Luis Judas ou até do Edgar Correia ou do Carlos Brito?

  3. ordinário diz:

    Sim as FARCs essa força temível e o nosso querido lider(dos freaks)Alvaro Uribe,grande democrata…Não há pachorra para ignorantes e fdp!

  4. ordinário diz:

    Nem os esquadrões da morte da america do sul,da Colombia,do Iraque do Afganistão.Nem o ‘governo’ democratico do kosovo e,claro das forças da NATO,forças defensivas,pois claro,que vela pelos campos de ópio do Afganistão que fazem uma escala nos balcãs,em BlondSteel.Falta lá o Luis Posada Carriles mas,está em Miami gozando o Sol…

  5. i.tavares diz:

    Com FARC sem FARC com daniel,ou sem daniel.Não há FESTA como esta.
    Mais não digo, porque já vou a caminho.

  6. Pisca diz:

    Corvo/Daniel
    Vim de lá há pouco. depois da entrada passando o stand dos livros, olhando para o lado direito, há um restaurante onde se servem criancinhas cozinhadas com o molho à escolha, depois de passar o palco e descendo para o rio Tejo, está uma tenda onde dão injecções nas orelhas dos velhinhos, mas têm que apresentar o BI para confirmar a idade

  7. João Martins diz:

    Parabéns pela grande festa proporcionada. De facto, impera aqui o espírito de Abril. É um privilégio partilhar este espírito como visitante. Lindo !!!!!
    Gratificante (particularmente para os mais velhos) é ver esta massa jovem adoptar os “princípios” tão reinvidicados por nós ( geração do antes 25). Será que está vivo (ainda) esse espírito?
    Quero acreditar que sim!!!!

  8. António diz:

    Vi, numa reportagem da RTP, um participante da festa envergando uma t-shirt com o Lenine estampado. O que diriam de um comício do CDS em que alguém aparecesse com uma t-shirt do Hitler?

  9. António Figueira diz:

    António,
    Nesse caso, eu não sei o que diria (ainda não pensei nisso); a si, digo-lhe já que o seu comentário é parvo.
    Cordialmente, AF

  10. António diz:

    Claro que é parvo, António Figueira. É preciso ser parvo para esperar uma resposta séria a uma pergunta destas.

    ps – apesar disso, nao consegue evitar um “ainda não pensei nisso”, revelando estar a ponderar sobre a parvoíce. Faça-o e depois diga qualquer coisinha. Eu, por acaso, já pensei nisso.

  11. anon diz:

    o António portanto assume que o CDS é de extrema-direita e quiçá nazi?

  12. António diz:

    Anon

    Não vejo como é que, com a minha pergunta, posso estar a assumir tal coisa. Só assumo se, de facto, em comícios do CDS costumam estar pessoas vestidas com suásticas ou éfiges de dirigentes nazis. O Anon sabe se costumam? Confesso que nao sei, nunca fui a um comício do CDS. Se for costume, é caso para dizer que o CDS é nazi.

    Já na festa do Avante sei que está um rapaz com o Lenine ao peito. Isso faz do PCP um partido quê? Nazi nao é, certamente.

  13. Fábio Dionísio diz:

    Tenham muito cuidado com este António, um gajo que anda por aí a controlar as estampagens das t-shirts que a malta jovem veste não é de confiança. Ontem à noite, na belíssima gala de ópera, também lá vi pessoal novo com t-shirts do Marilyn Manson e moçoilas com tops Hello Kitty, o que é o António, enquanto analista político e conselheiro de moda, pensa que isso diz das orientações políticas do PCP?

    Quanto à sua impagável inquietação – “Já na festa do Avante sei que está um rapaz com o Lenine ao peito. Isso faz do PCP um partido quê? Nazi nao é, certamente.” – eu responderia, conservando o absurdo das suas propostas, que “isso” faz do PCP um partido leninista que não impõe um código de vestuário a quem quer visitar a sua festa.

  14. ms diz:

    António: “Já na festa do Avante sei que está um rapaz com o Lenine ao peito. Isso faz do PCP um partido quê?”

    Que infantilidade de conversa. Não seria mais honesto e directo referir-se aos Estatutos e ao Programa do PCP em vez de andar às cambalhotas e insinuações com os desenhos das camisolas?

    Estatutos:
    “Artº 2º
    O PCP tem como base teórica o marxismo-leninismo (…)
    m) fomentar a elevação do nível politico-cultural e de conhecimentos dos membros do Partido e promover o estudo do marxismo-leninismo (…)”

    Programa:
    “Como partido que tem como base teórica o marxismo-leninismo (…)
    A base teórica do PCP é o marxismo-leninismo (…)
    No desenvolvimento e na assimilação crítica do pensamento de Marx, Engels e Lenine, o marxismo-leninismo (…)
    O PCP tem no marxismo-leninismo um sólido instrumento para analisar as novas realidades e os novos processos (…)”

    Gabo-lhe a criatividade para conseguir construir um parágrafo onde, a pretexto de uma camisola, junta PCP, Lenine, CDS e Hitler.

  15. Ana F diz:

    O MEC (Miguel Esteves Cardoso) esteve na Festa do Avante, escrito na Sábado em 2007 também estava excelente – reconheço-me inteiramente naquelas palavras.
    Encontrei o texto completo no blog http://ocastendo.blogs.sapo.pt/2008/09/?page=3
    Para recordar e… amanhã lá estarei nesse evento incomparável.

  16. José Seabra diz:

    António, um jovem com uma camisola com Lenine estampada, numa festa do PCP (coisa que mais nenhum partido em Portugal tem capacidade para fazer), revela que o PCP é um partido Leninista como sempre o afirmou e assumiu. Mais própriamente Marxista-Leninista. Tentar comparar, como pretende, Lenine com Hitler é querer comparar o sol com a lua e só uma mente distorcida pode tentar fazer tal comparação. Sobre este assunto estamos conversados e está dada a resposta á sua pergunta inicial.

  17. Parece que alguns que passaram por aqui e deram a cara e o nome não perceberam bem o que eu disse.

    Gosto da festa no sentido do espírito que ela tem. Existe ali ainda um genuinidade que não se encontra noutros lados.

    Apenas critico, acho que tenho posso ter uma ideia sem insultos, escritos por alguns que mostram frontalmente o nome e dão a cara, algumas contradições que ali existem.

  18. António diz:

    Vamos então por partes.

    Caro Fábio Dionísio

    Marilyn Manson e Hello Kitty foram responsáveis pela morte de milhões de pessoas? Se sim, o facto de andarem pessoas com as caras deles em camisolas na festa do PCP dizem que o PCP tem apoiantes que admiram responsáveis por milhões de mortos. Diz algo sobre o PCP. Como conselheiro de moda, não sei. Claro que há atentados ao bom gosto, mas não consta que alguém tenha morrido por usar roupa foleira. A prova disso é a festa do Avante estar cheia.

    Caro ms

    Nao conhecia o programa do PCP. Agora que fiquei a conhecer, faz de facto sentido que os seus simpatizantes enverguem a face de um torcionário. Peço desculpa pela infantilidade.

    Caro José Seabra

    Peço desculpa por não aceitar a sua sentença e nao dar o assunto como “conversado”.
    Quando diz que “tentar comparar, como pretende, Lenine com Hitler é querer comparar o sol com a lua” importa-se de me esclarecer qual é o sol e qual é a lua? E em que sentido é que lhes dá? Se é por serem astros diferentes, parece-me óbvio de mais. Claro que o Lenine não é o Hitler. Não há duas coisas iguais no universo. Mas, então, é em que sentido? Um aparece mais de dia, outro de noite? Um aquece (Hitler, nos fornos), outro não (Lenine, que manda para a Sibéria?
    Ou será que quer dizer que Hitler foi um facínora, mas o Lenine, não?
    Fico à espera da sua resposta. Para continuar a conversa.

  19. ordinário diz:

    Este antónio é mesmo parvo:Comparar Lenine com Hitler ou com a palhaçada dos investidores é o mesmo comparar perfume com merda!É o que merece a sua ‘conversa’ parva’!

  20. António diz:

    Bom dia, ordinário

    Esclareça-me só uma coisa, sff: quem é que é o “perfume” e quem é que é a “merda”?

  21. António diz:

    Bom, já vi que ninguém me vai dar conversa. Boa tarde a todos os leninistas da casa.

  22. Fábio Dionísio diz:

    Caro António, eu teria todo o prazer em passar tardes inteiras a discutir consigo, não fosse a infelicidade do caro se basear em t-shirts e automatismos grosseiros para gizar argumentos políticos e esta caixa de comentários não ser propriedade privada. Em segundo lugar, não sou militante do PCP, portanto não posso falar em nome de terceiros e dos seus partidos. Em terceiro lugar, você confunde tudo: bases teóricas com conteúdos programáticos e propostas concretas; t-shirts e estampagens com partidos e ideologias etc, etc. Tenha paciência, assim não dá. Por ultimo, é verdade, a festa do Avante está cheia de fãs de psicopatas, assassinos e fascínoras, de tal maneira que só pode ser comparada ao festival de cinema de terror de Lisboa, MotelX. A festa do Avante e o MotelX, por coincidência, terminam os dois hoje, aconselhava-o a largar o computador e ir ver uns filmes e dar um pézinho de dança. Pense, pense muito e bem, e deixe lá as camisolas da rapaziada em paz. Um abraço. Agora vou vestir a minha t-shirt que tem o Hannibal Lecter estampado, se não se importa.

  23. António diz:

    Caro Fábio Dionísio

    Obrigado pela resposta. Continuo, no entanto, com algumas dúvidas. Tenho a certeza que, com a sua simpatia, as vai esclarecer.

    O Hannibal Lecter é uma personagem de ficção. Os que mata em livro não contam. Já Lenine foi bem real. Matou muito. Não porque fosse um psicopata como o ficcional Lecter, mas porque aplicou as suas bases teóricas. Matou como política. Os mortos eram parte do conteúdo programático. Quando ele propunha matar alguém, acredite, era uma proposta concreta. Ou acha que o assassínio era algo do foro privado do Lenine, para não confundir com o brilhantismo da intervenção pública política?

    Admirar um homicida, por si, não é mau: eu admiro o Phil Spector, como músico e não como criminoso. Mas se o Fábio Dionísio admira o Lenine como político, então admira-o como assassino. Ou acha que se pode dizer que “Salazar endireitou as finanças” sem com isso caucionar a ditadura? Se calhar até acha.

    Olhe, de qualquer modo, obrigado pelas suas respostas. Nunca tinha discutido com um Leninista.

    abraço

  24. duda diz:

    lenin diferente stalin. outubro nep lenin. sibéria stalin. ler.

  25. António diz:

    Caro duda

    Segui o seu conselho e fui ler. Li isto, na entrada “gulag” na wikipedia: “From 1918, camp-type detention facilities were set up, as a reformed analogy of the earlier system of penal labor (katorgas), operated in Siberia in Imperial Russia”.
    “From 1918” quer dizer que foi no tempo de Lenine. “Siberia” quer dizer Sibéria.
    Lamento desiludi-lo, duda (e a tantos outros que aqui vieram), mas o Estaline nao foi o único mauzão. Mesmo que leia isso em alguns sítios, é falso.
    Ler mais. Ler variado.

  26. cunha diz:

    Não me considerando eu um leninista, convinhamos que as mortes que lenine provocou e todos sabemos que o fez, nada têm a ver com as bases ideológicas em que baseou a sua revolução, o comunismo não mata, os ditadores matam!

    Num processo revolucionário e no contexto em que aquele se enquadrava teria que haver certamente a morte ou pelo menos a reclusão de algumas pessoas que poderiam minar a revolução.

    Como Comunista nem sequer me orgulho da união soviética nem de qualquer outra ditadura que tenha como pretexto uma ideologia, muito menos aquela em que acredito.
    E aqui entra a tão falada utopia do comunismo, porque só funciona quando todos quiserem, algo que possivelmente nunca vai acontecer, dada a imperfeição e a predisposição da raça humana em tomar como suas bandeiras coisas superfulas como a discussão de estampagens em t-shirts.

  27. Coisinho diz:

    Oh António, mas que conclusões relevantes é que tira da rábula da estampa, para além de que a festa do Avante está cheia de gente mal vestida?
    Já agora, e apenas por mera curiosidade, que estampagem é que usa nas suas t-shirts, ou camisas?

Os comentários estão fechados.