Agora juntemos tudo isto e chamemos o A. Vitorino

PIPILOTTI RIST – MoMA, Nova Iorque, 2008.

Agora juntemos à suspensão do Jornal de Sexta da TVI a tese da porcaria jugulenta e SIMplex: dois ou três debates a dois, Manuela Ferreira Leite e J Sócrates – mais nada, mais nenhuma conversa ou discussão. Mais nenhuma presença para qualquer outro partido (tirando os anódinos tempos da antena, porque democracia é democracia). Era o paraíso, não?

Mas eu tenho uma proposta melhor (acho eu): sem Jornal de Sexta, sem Manuela Moura Guedes (vetada pelo Engenheiro na moderação de debates) e sem discussões a dois com MFL (para quê?) – porque não enveredar por umas sessões, dia sim dia não, com António Vitorino e bons power points sobre os últimos 4 anos e a nova geração de políticas sociais, a modernidade, a pós-modernidade (esta, apesar de muito velha, Sócrates não sabe o que é) e o futuro, ou, como diz o homem dos Xutos e Pontapés, o “futurismo”???

Mas sessões power-point boas, como as instalações envolventes, em submersão, da Pipilotti Rist (com serviço de lanches, eventualmente sexo tântrico, etc.).

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

Uma resposta a Agora juntemos tudo isto e chamemos o A. Vitorino

  1. almajecta diz:

    Ummm… os power point são comunicação para inteligentes mais o bom do jornalismo de massas em televisivo, o futurismo recuperado… isso sim. A Rist e os Degotex querem papoila, mas não apanham.

Os comentários estão fechados.