Cheira a frigoríficos em Alpiarça

É com enorme interesse que tenho vindo a acompanhar a carreira da ex-deputada Sónia Sanfona e actual candidata do PS à CM de Alpiarça. Depois de se ter indignado por não poder integrar as listas para a Assembleia da República, e de ter anunciado a contratação de médicos para o Centro de Saúde após negociações entre a candidata e o governo, surge agora a notícia que o PS local orçamentou gastar na sua campanha 60.000,00€. Ou seja, 20,00€ de campanha para convencer cada eleitor de Alpiarça!

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

7 respostas a Cheira a frigoríficos em Alpiarça

  1. Antónimo diz:

    A questão é: Tem a oposição camarária aproveitado para vincar o seu papel na comissão sobre supervisão bancária na AR?

    Devia, devia, devia!

  2. Corvo diz:

    E quanto é que o PCP vai gastar para manter a Camara…

    É que OITO MILHÔES de euros, que o PCP vai gastar nas autarquicas, como já li algures, é muito dinheiro.

  3. Tiago Mota Saraiva diz:

    Antónimo, não sei. Mas a candidata tem vincado bem o seu papel como ex-deputada.

  4. Tiago Mota Saraiva diz:

    Corvo, não faço ideia qual é o orçamento da CDU, mas julgo que não duvida que será muito inferior.
    Já agora aproveito para o informar que a CMAlpiarça é presidida por Vanda Nunes eleita pelo PS (http://www.cm-alpiarca.pt/alpiarca/autarquia/executivomunicipal/).

  5. Antónimo diz:

    Sabe, Corvo, você podia ser só faccioso, mas ainda por cima também é mal informado. Há uma porrada de anos que Alpiarça passou para o PS – salvo erro terá sido para aí em 1997.

    Estará ao menos certo, o valor que refere e que leu algures?

  6. Antónimo diz:

    Se ela vinca o papel de deputada, convém que lhe vinquem a actuação enquanto tal, ou não? Reforço positivo, reforço positivo!

  7. luis t. diz:

    Só pelo trabalho que a “sereia” teve a branquear o relatório da comissão sobre o Banco de Portugal, acho que o Pinóquio está em dívida com ela. Os cidadãos,pelo contrário!

Os comentários estão fechados.