Outra casa sem espelhos

Anda por aí gentinha «intriguista, mesquinha, superficial, amiguista e revanchista, muito longe do país, que desconhece, muito longe da vida, que não vive, dominada por preocupações de carreira e sucesso, cheia dos vícios que tinha e tem o jornalismo»; afirma Pereira. Autocrítica? Nada disso – é só mais do mesmo: todos andam a fazer pela vidinha menos ele. Ele, o sublime Pacheco, bate as angélicas asas pela blogosfera fora como uma brisa pura sem rumo nem propósito.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

5 respostas a Outra casa sem espelhos

  1. Justiniano diz:

    Rainha. Minha libelinha eriçada.
    O Pacheco, honra lhe seja reconhecida, nunca se pôs em bicos de pés à recolha de prebenda e honrarias e sempre soube bater com a porta quando a coisa não lhe agradava.

  2. Pedro Martins diz:

    Pacheco até que se está a safar muito bem – já consegui apear Santana e Menezes, e colocar-se em lugar de destaque junto da liderança. A fazer pela vida, Pacheco dá cartas a qualquer um. Actualmente é o politico português mais hipócrita.

  3. LR diz:

    Justiniano,
    Ninguém disse o contrário. Mas que surfa pela arena mediática, blogosfera incluída, retirando daí os legítimos dividendos (políticos e não só), quem pode negar? E quem duvida de que nenhuma pública palavra sua esquece o destino do próprio?

  4. antónimo diz:

    No outro dia, na sábado, o gajo até já se viu forçado a dizer que escreve para jornais desde os 14 anos (ou nove, ou lá o que era)

    Parece que cada vez é mais claro que o homem tirando botar umas opiniões e um livro de dez em dez anos (Cunhal já vai para aí nos 30 anos de idade nas biografias que vai pondo cá fora) nunca fez nada na vida. Até já sente necessidade de se desculpar.

    Até já se comparou aos canalizadores e electricistas. Anda, Pacheco!

  5. Pingback: Fique por dentro Casa » Blog Archive » cinco dias » Outra casa sem espelhos

Os comentários estão fechados.