Para cretinice, cretinice e meia

Claro que o disparate do João Galamba tinha de suscitar um eco perfeitamente cretino das bandas do Jamais. Um novelo tartamudo de frases mal paridas sobre uma tal «esquerda que se afirma detentora da verdade “moderna”». Mas onde é que irão pescar estes fulanos?

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.